93% das empresas brasileiras reconhecem a importância dos dados, diz pesquisa

O poder dos dados nos negócios é amplamente discutido, mas uma pesquisa nova provou sua importância. No estudo do Grupo Toccato, empresa de soluções de negócio baseadas em dados, 93% dos ouvidos reconhecem que estes insumos são importantes para a execução dos processos e 97% tomam decisões com base neles.

O levantamento Projeto Maturidade de Dados: perspectivas para 2022 contou com a participação de quase 170 empresas privadas e órgãos públicos de segmentos diferentes. A pesquisa entrevistou, em sua maioria, analistas, gerentes, coordenadores e diretores, além de outras posições que lidam com dados.

Já o uso de planilhas ou outros instrumentos para registro de dados também está presente na grande maioria dos entrevistados; apenas 1% não faz uso de nenhum deles. Além disso, 86% já seguem estratégias definidas e acompanhadas por dados, enquanto 14% ainda precisam melhorar nesse ponto.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Pesquisa ouviu analistas, gerentes, coordenadores e diretores que lidam com dados (Imagem: Reprodução/Christina Morillo/Pexels)

O levantamento também constatou que 49% dos negócios estão no patamar de data safety (definindo as necessidades de dados, além de identificar métodos e tecnologias para este pilar), 30% em data try (buscando orientar suas operações por dados) e 17% já alcançou o nível de maturidade data driven (processos inteiramente orientados aos dados). Para 45% das empresas, os dados devem ser compartilhados, e 26% ainda não pensa dessa forma. Neste ponto, só vale notar: a maioria dos dados pessoais requer o consentimento das respectivas pessoas, como determina a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

A pesquisa também verificou se as companhias realizam processos seletivos para avaliar se os futuros funcionários são alfabetizados em dados. Neste sentido, 90% dos entrevistados responderam que há este questionamento no processo de contratação. Mas 73% não contam com uma área de ciência de dados, enquanto 43% das empresas sinalizaram que os empregados têm pouca autonomia para análise individual dos dados.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também