Aportes em startups brasileiras chegam a US$ 763 milhões em fevereiro

As startups brasileiras receberam cerca de US$ 763 milhões (R$ 3,9 bilhões) em aportes em fevereiro. O levantamento foi realizado pela plataforma Distrito. De acordo com a CNN, o montante teve uma alta de 129% em relação ao mesmo mês em 2021. Só nos dois primeiros meses de 2022 os investimentos já somam US$ 1,36 bilhão (R$ 6,9 bilhões).

O setor de finanças, ou fintechs, foi o que recebeu mais investimentos ao captar US$ 567 milhões (R$ 2,9 bilhões) no mês passado. Somente a rodada da Neon, que a elevou ao patamar de um unicórnio (valor acima de US$ 1 bilhão), rendeu US$ 300 milhões (R$ 1,5 bilhões na época).

As startups de recursos humanos, ou HRTechs, levantaram US$ 102 milhões (R$ 521 milhões), seguidas das de imóveis (US$ 25,9 milhões, ou R$ 132 milhões), varejo (US$ 17,2 milhões, ou R$ 87,9 milhões) e de marketing (US$ 14,7 milhões, ou R$ 75,1 milhões).

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Startups de finanças receberam mais investimentos em fevereiro, ao captar US$ 567 milhões (Imagem: Startaê Team/Unsplash)

Houve 13 aquisições e fusões até agora em 2022, contra 14 no ano passado, o que demonstra estabilidade no índice. Mas segundo o Distrito, as M&As somadas de fevereiro e janeiro deste ano foram 34, contra 29 em 2021. As fintechs novamente lideraram aqui, com oito negociações.

De acordo com a plataforma, o valor médio de mercado das startups aumentou na maioria dos estágios de captação de investimento. Gustavo Gierun, CEO do Distrito, analisa isso como um sinal de maior maturidade do ecossistema de startups brasileiro. “Observamos tickets de séries [de investimento] A e B, por exemplo, já se assemelhando ao de mercados mais consolidados, como o americano e o asiático. Ainda é um ponto um pouco fora curva, mas vale acompanhar o movimento”, disse à CNN.

Fonte: CNN

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também