CEO da Samsung pede desculpas por problemas de desempenho na linha Galaxy S22

Depois dos dispositivos da linha Galaxy S22 terem sido flagrados llimitando o próprio desempenho em jogos e outros aplicativos, o CEO da Samsung DX Jong-Hee Han pediu desculpas públicas em relação ao ocorrido. A fala foi feita durante um evento anual que reúne acionistas da marca, quando ele afirmou que a empresa falhou em entender as preocupações dos clientes em relação à performance dos dispositivos.

Galaxy S22 e Galaxy Tab S8 tiveram problemas de desempenho (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)

Han também indicou que o GOS (Sistema de Otimização de Jogos, na sigla em inglês) tinha como objetivo principal otimizar o desempenho do celular, mas acabou tendo um resultado contrário. De acordo com avaliações feitas por usuários e analistas, mais de mil aplicativos tiveram sua performance reduzida por conta da ação do GOS — porém, softwares de benchmark não fazem parte dessa lista, o que provocou a retirada de testes feitos com a linha Galaxy S22 e Galaxy Tab S8 do Geekbench, por exemplo.

O executivo negou rumores de que o GOS é parte de uma estratégia para redução de custos, já que a marca não pensa em comprometer a qualidade dos seus dispositivos para gastar menos na produção dos mesmos. A Samsung já tinha divulgado em nota oficial que o sistema tem o objetivo de evitar o superaquecimento dos celulares, e otimizar a autonomia de energia.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Além dos últimos smartphones topo de linha da marca, a linha Galaxy Tab S8 também teve benchmarks excluídos do Geekbench por conta da atuação do GOS. Testes já mostraram que o fenômeno é recente nos tablets, pois gerações anteriores não limitavam o desempenho em jogos ou outros aplicativos específicos.

A empresa já lançou uma atualização de software que dá ao usuário a opção de desabilitar o GOS, mas ela só chegou a alguns países específicos. Além disso, ainda não há como desinstalar o sistema por completo, uma situação que permanece como centro de diversas críticas por parte dos consumidores. Na Coreia do Sul, uma investigação oficial foi aberta para aferir se a marca prometeu algo que não cumpre em relação à performance de seus últimos flagships.

Fonte: SamMobile

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu