Como agir ao sofrer ofensas criminosas na internet?

Com as eleições presidenciais marcadas para outubro de 2022, as discussões sobre a sociedade e o cenário político podem se tornar muito agressivas na internet. É importante, então, saber o que fazer se eventualmente for vítima de uma ofensa criminosa.

Mariana Polido, advogada especialista em Direito Civil, ensina que o primeiro passo é o registro de um boletim de ocorrência — presencial ou virtualmente. “Se a ofensa efetivamente constituir crime, o usuário deve ser identificado. A vítima, então, tem prazo de até seis meses para manifestar a vontade de dar prosseguimento às investigações e ver o ofensor processado criminalmente.”

Com o crime comprovado, é possível buscar reparação. “É importante que a vítima guarde todos os prints/capturas de tela do conteúdo ofensivo. Isso inclui conversas, imagens, gravações e outros. Recomenda-se também a produção de uma ata notarial, um documento que atesta a veracidade do conteúdo ofensivo transcrito”, orienta Mariana.

É importante guardar as provas do crime (Imagem: Reprodução/Envato/LightFieldStudios)

Além da esfera criminal, a vítima pode responsabilizar o ofensor em um processo civil. “Nesse procedimento, a vítima pode pedir judicialmente a retirada do conteúdo, bem como obter indenização por danos morais e materiais, desde que comprovados documentalmente”, descreve. Se o dano material for comprovado, a indenização correspondente tem como base a perda patrimonial da vítima.

Casos mais simples podem ser resolvidos diretamente nas plataformas, por meio das ferramentas de denúncia. Se houver solicitação judicial para remoção da publicação ofensiva e ela for mantida no ar, a vítima pode responsabilizar a plataforma.

Mariana lembra que o artigo 19 do Marco Civil da Internet afirma que a rede social só pode ser responsabilizada por danos provenientes do conteúdo ofensivo se for intimada judicialmente a remover o conteúdo e não o fizer. “A exceção são os casos de conteúdo de natureza sexual. Ainda assim, o material precisa violar as políticas da plataforma e os termos de uso”, completa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu