Como emendar um cabo de rede?

Cabos de Internet podem ser disponibilizados em tamanhos bastante extensos, com comprimentos superiores a 100 metros. Porém, caso seja necessário cobrir uma distância ainda maior, ou se uma seção do cabo estiver danificada, é possível fazer emendas sem grandes perdas na qualidade do sinal, desde que o processo seja realizado de forma correta e eficiente.

Emendas com adaptador RJ45

Prolongadores costumam ser baratos (Imagem: Reprodução/Mercado Livre)

A maneira mais simples de usar dois ou mais cabos ao mesmo tempo é com um pequeno objeto chamado de emenda, mas que também pode ser referido como prolongador. Trata-se de uma peça bastante simples e pequena, e sua construção traz duas portas de padrão RJ45, em que os dois cabos podem ser conectados de forma fácil e rápida.

Em geral, o preço deste produto pode sofrer algumas variações, mas não costuma superar a marca dos R$ 50 — por outro lado, os modelos mais baratos são disponibilizados por menos de R$ 10, e vários locais ainda oferecem kits com dez ou mais unidades para emendas mais longas, ou mesmo uso em diferentes sistemas de cabos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Caso seu cabo esteja danificado e você queira usar o prolongador para fazer a emenda, será necessário cortar a área do dano e fazer duas novas pontas RJ45 que serão conectadas ao prolongador. 

Emendas provisórias (não indicado)

Ordem dos fios deve permanecer a mesma nas emendas (Imagem: QA Stack)

Emendas com prolongador costumam ser uma solução viável apenas quando os cabos estão intactos, ou seja, não sofreram danos. Nas situações em que é preciso unir seções de cabos arrebentados, não é recomendado unir os conectores internos diretamente, como se faria em um cabo elétrico, por exemplo — essa prática pode gerar interferências de sinal que deverão afetar a experiência final.

Quando a situação é emergencial, a primeira etapa necessária para emendar um cabo é descascar as duas partes que serão unidas, retirando a proteção externa para chegar às conexões propriamente ditas. É necessário enrolar as pontas na sequência, combinando as cores correspondentes e formando uma espécie de espiral — quando finalizado o processo, cada uma das combinações de cabos internas deve ser coberta por fita isolante, para reduzir efeitos de interferência.

Atenção: Este procedimento deverá ser realizado apenas como uma solução provisória, já que a qualidade do sinal que passa pelo cabo não é garantida, e quedas na conexão poderão acontecer de forma frequente.

Crimpagem do cabo

Alicate crimpador realiza a tarefa de forma mais precisa (Imagem: Divulgação/Tramontina)

Em qualquer situação, cabos de rede com pontas danificadas podem ser crimpados novamente e reutilizados, mesmo que com uma extensão menor. Essa pode ser uma solução válida em conjunto com os adaptadores RJ45, por exemplo.

O Canaltech tem um tutorial completo de como crimpar um cabo de rede, e o processo pode ser resumido com alguns passos simples, mas que podem exigir o uso de ferramentas especializadas:

  1. Cortar as pontas danificadas do cabo de forma reta, e “descascar” as proteções exteriores em cerca de três centímetros além da nova extremidade;
  2. Separar e identificar todos os fios com suas diferentes cores: no total são oito finos conectores;
  3. Identificar e ajustar a ordem correta para o padrão de rede pretendido. No geral, existem duas combinações que podem ser utilizadas de forma mais comum, com as seguintes sequências da esquerda para a direita:
    1. T568A: branco/verde, verde, branco/laranja, azul, branco/azul, laranja, branco/marrom e marrom;
    2. T568B: branco/laranja, laranja, branco/verde, azul, branco/azul, verde, branco/marrom e marro;
  4. Alinhar os fios de forma reta e cortá-los para que fiquem do tamanho correto para caber dentro de um conector RJ45;
  5. Encaixar os fios dentro do conector RJ45 e pressionar com um alicate de crimpagem — esta etapa também pode ser realizada com outras ferramentas que possuem pontas finas, como facas de cozinha ou chaves de fenda. Porém, o resultado pode ficar imperfeito, o que gera interferências na experiência.

Teste do cabo emendado

Testadores podem entregar resultados mais detalhados (Imagem: Amazon)

O teste da conexão com o novo cabo pode ser feito de duas formas diferentes: a mais intuitiva consiste em simplesmente usá-lo na rede pretendida e checar se funciona — se o sinal estiver chegando, também convém fazer um teste de velocidade para aferir se o desempenho é compatível com o que se espera, ou é contratado junto à operadora.

Porém, a testagem também pode ser realizada por meio de um testador, que é um equipamento dedicado para este fim. Os mais básicos costumam custar entre R$ 40 e R$ 50, e seus LEDs indicadores podem trazer informações sobre cada fio interno separadamente, o que pode ser bastante útil em caso de problemas de rede — especialmente nas emendas mais emergenciais.

Fonte: Mundo da Elétrica, Meia Colher

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu