Comparativo Galaxy A52s x Motorola Edge 20: qual intermediário 5G escolher?

Já existem boas opções de celular 5G no Brasil, como o Galaxy A52s e o Motorola Edge 20, por exemplo. São modelos intermediários com boa potência e especificações técnicas atraentes, que deixam em dúvida quem está atrás de um novo smartphone.

Neste comparativo, vou mostrar o que muda entre esses dois celulares da Samsung e da Motorola, para você fazer uma boa escolha. Entenda cada ponto de tela, desempenho, câmeras e bateria. Além disso, também mostro a diferença no preço e, ao final, indico qual deles vale mais a pena.

Design e construção

  • Galaxy A52s: 159,9 x 75,1 x 8,4 mm, 189 g;
  • Edge 20: 163 x 76 x 7 mm, 163 g.

De frente, Galaxy A52s e Motorola Edge 20 têm poucas diferenças. Ambos trazem tela com poucas bordas e furo centralizado colado à parte superior para a câmera de selfies. Na traseira, as câmeras são parecidas, mas há diferenças claras para um bom observador.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Enquanto o Galaxy A52s tem tampa em peça única com uma leve lombada para o módulo de câmeras, o Edge 20 tem uma separação mais clara nas peças. Ambos têm uma coluna de três lentes em tamanho considerável, mas o modelo da Samsung traz uma segunda coluna com furos menores para o quarto sensor e o flash LED.

Além disso, o Galaxy tem acabamento fosco nas cores preto ou branco, ao passo que o Motorola traz um efeito de cores gradiente brilhante, nas opções preto, branco ou verde.

Falando em dimensões, o Galaxy A52s é um pouco mais compacto, principalmente por ter a tela um pouco menor. Mas o Motorola Egde 20 é menos espesso e mais leve. A proporção de tela também é um pouco diferente, mas falo sobre isso no próximo tópico.

O celular da Motorola não tem conector para fone de ouvido e traz proteção apenas contra respingos d’água. O da Samsung tem o P2 e traz certificação IP67, que protege contra poeira e imersão em até 1 metro de água por até 30 minutos.

E para fechar as diferenças em design, você pode escolher entre um aparelho com leitor de impressão digital sob a tela (Galaxy A52s) ou lateral, junto ao botão de energia (Edge 20).

Tela

  • Galaxy A52s: Super AMOLED de 6,5 polegadas com resolução Full HD+ (1080 x 2400 pixels), 120 Hz;
  • Edge 20: OLED de 6,7 polegadas com resolução Full HD+ (1080 x 2340 pixels), 144 Hz, HDR10+.

Os displays desses dois celulares têm mais semelhanças que diferenças. Todas as mudanças de um para o outro são pequenos detalhes que, a meu ver, pouco alteram a experiência final.

Em resumo, as telas têm a mesma tecnologia de painel, o OLED, com cores vívidas e contraste bem marcante, além de brilho confortável para usar embaixo da luz do sol e em ambientes escuros. A resolução é Full HD em ambos, e a taxa de atualização pode ser aumentada com uma pequena diferença, sendo de 120 Hz no A52s e 144 Hz no Edge 20.

Tampa traseira tem peça única que se une ao módulo das câmeras (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)

O que muda é o tamanho, 0,2 polegada maior no modelo da Motorola, e a proporção, de 20:9 no da Samsung e de 19,5:9 no concorrente. Detalhes quase sem importância, mas que é bom citar para quem se apega a eles.

Ah sim! Uma vantagem do Edge 20 é o suporte ao HDR10+, que melhora ainda mais o nível de tonalidades em conteúdos de vídeo compatíveis. Ou seja, o celular da Motorola tem uma pequena vantagem em tela, mas não acho o suficiente para recomendar este modelo em detrimento de seu concorrente por conta disso.

Configuração e desempenho

  • Galaxy A52s: Qualcomm Snapdragon 778G 5G (6 nm), processador Octa-core (4x 2,4 GHz Kryo 670 + 4x 1,9 GHz Kryo 670), Adreno 642L;
  • Edge 20: Qualcomm Snapdragon 778G 5G (6 nm), processador Octa-core (4x 2,4 GHz Kryo 670 + 4x 1,9 GHz Kryo 670), Adreno 642L.

Este comparativo traz dois celulares com a mesma plataforma, o Snapdragon 778G, um poderoso chipset da Qualcomm com suporte ao 5G. Em resumo, são aparelhos bons para uso mais exigente do que apenas os apps mais comuns do dia a dia.

Ambos vão aguentar bem os jogos mais pesados disponíveis para Android. Claro que não vão rodar tranquilamente nas configurações gráficas máximas, mas uma pequena redução já deve garantir o desempenho fluido.

Traseira do Edge 20 é mais brilhante e tem separação clara da tampa para o módulo de câmeras (Imagem: Ivo Meneghel Jr/Canaltech)

Não há muita diferença na experiência do usuário entre os dois modelos, falando em velocidade e tempo de resposta geral desses smartphones. Porém, é bom notar que o Motorola Edge 20 tem mais memória RAM, são 8 GB contra 6 GB de se concorrente.

Se você gosta de usar muitos aplicativos ao mesmo tempo, recomendo o celular da Motorola por conta da memória RAM extra.

Sistema operacional

Android 11 vem de fábrica nos dois modelos, e ambos devem receber ao menos duas versões diferentes do sistema operacional. A diferença crucial está na interface, e aí vai do gosto de cada pessoa.

Se você quer uma interface mais recheada de funções diferentes e personalização, o Galaxy A52s é mais indicado. Se gosta mais do “Android puro”, com menos funcionalidades, e aí baixar apps à parte para personalizar e tentar aproveitar o máximo do potencial do processador e memória RAM, o Motorola Edge 20 é a melhor opção.

Câmeras

  • Galaxy A52s: 64 MP (f/1.8, principal) + 12 MP (f/2.2, ultra wide 123°) + 5 MP (f/2.4, macro) + 5 MP (f/2.4, profundidade); 32 MP (f/2.2, frontal);
  • Edge 20: 108 MP (f/1.9, principal) + 16 MP (f/2.2, ultra wide, 119°) + 8 MP (f/2.4, teleobjetiva, zoom óptico 3x); 32 MP (f/2.3, frontal).

O Motorola Edge 20 tem câmeras com resolução maior que o Galaxy A52s. Além da principal e da ultra-wide, a terceira lente de cada um tem uma função diferente: macro, no modelo da Samsung, e teleobjetiva, no da Motorola.

A nitidez e o nível de detalhes dos dois aparelhos são muito bons, especialmente para modelos de uma faixa de preço abaixo dos topo de linha. Com relação às cores, o Edge 20 preza mais pelo natural, ao passo que seu concorrente tem cores bem precisas, com uma saturação mais forte. Ou seja, fotos mais vívidas.

Apesar de não oferecer o zoom óptico, o Galaxy A52s consegue fazer uma aproximação digital de boa qualidade, especialmente em ambientes bem iluminados. A vantagem do Edge 20 é chegar mais perto com mais nitidez com pouca luz, além da aproximação óptica ser de 3x.

Nas selfies, você tem um cenário bastante parecido. A meu ver, o Galaxy A52s consegue autorretratos de maior qualidade, mesmo que em alguns casos ele force o embelezamento. O Edge 20 tem uma quantidade maior de ruídos com pouca luz.

Exemplos de fotos do Galaxy A52s

Exemplos de fotos do Motorola Edge 20

Bateria

Este comparativo traz dois dos poucos celulares intermediários que não têm 5.000 mAh de carga de bateria. O Galaxy A52s tem 4.500 mAh, enquanto o Edge 20 traz 4.000 mAh, apenas.

E isso faz bastante diferença. No caso do comparativo em si, o modelo da Samsung consegue entregar tempo de uso um pouco melhor, ao menos pensando no uso normal do dia a dia. O consumo ficou em aproximadamente 4,4% a cada hora de uso, incluindo tempo de standby. Já o Motorola ultrapassou os 8% de consumo por hora.

Câmera frontal fica em um pequeno furo centralizado, bem na parte superior da tela (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)

Na reprodução de vídeos pela Netflix, a diferença fica bem clara. Enquanto o Galaxy A52s ficou com uma estimativa de 16,6 horas, o Edge 20 chegou a apenas 10 horas. E isso com ambos em 50% de brilho da tela e conectados ao Wi-Fi o tempo todo.

É claro que o uso de cada um vai variar, mas fica claro que o celular da Samsung entrega um tempo de uso superior. A bateria, de fato, é o maior ponto fraco do Motorola Edge 20, que só é recomendado para o caso de você não se importar em carregar o aparelho todo dia.

Falando em recarga, a potência dos adaptadores de parede que acompanham os celulares é parecida. São 15 W no modelo da Samsung (que ainda aguenta até 25 W) e 30 W no da Motorola.

Galaxy A52s vs Edge 20: qual vale a pena?

Um comparativo bastante equilibrado. Em tela, há uma ligeira vantagem para o Motorola Edge 20, mas o Galaxy A52s fica atrás por detalhes. O celular da Motorola também fica poucos passos à frente em desempenho, tanto pelo sistema mais leve quanto pelo fato de ter mais memória RAM.

Em câmeras, a situação se inverte um pouco. É questão de gosto, mas eu prefiro as fotos com saturação mais marcante do Galaxy A52s, que ainda por cima tem a macro inexistente em seu concorrente. E mesmo o zoom dá para o gasto com o digital, sem necessidade da aproximação óptica de 3x do Edge 20.

Tela OLED do Motorola Edge 20 tem brilho bastante intenso (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)

E aí tem a bateria. E neste aspecto, a vitória do celular da Samsung é mais evidente, com duração tranquila para o dia inteiro e um pouco mais. O rival até chega a um dia longe da tomada, mas não deve sobreviver a muito mais que isso.

Ou seja, são dois celulares muito parecidos, e você vai levar um bom aparelho independente de qual deles escolher. Mas, se preza por uma boa duração de bateria, eu fico inclinado a recomendar o Galaxy A52s em detrimento ao Motorola Edge 20.

Neste caso, você faz um investimento mais em conta, também. O celular da Samsung pode ser encontrado em faixa de preço que varia entre os R$ 1.800 até R$ 2.200. O da Motorola salta para um mínimo de R$ 2.200 e pode chegar a custar mais de R$ 2.500.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu