Curso gratuito de TI com foco em vulnerabilidade social tem vagas abertas

A Recode, que oferece formação online e gratuita de programadores full stack, está com inscrições abertas até 25 de fevereiro para o Recode Pro. O projeto é voltado à capacitação e à empregabilidade de pessoas em situação de vulnerabilidade.

Para participar, é preciso ter entre 18 e 39 anos, ensino médio completo, renda familiar de até um salário mínimo e morar em São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Recife, Salvador, Fortaleza, Curitiba, Belo Horizonte, Florianópolis, Porto Alegre e Manaus.

Rodrigo Baggio, fundador e CEO da Recode, diz que o interesse crescente dos jovens demonstra que o trabalho da Recode está na direção certa. “Abrimos portas para que a tecnologia proporcione mudanças socioeconômicas significativas e contribua para a redução da desigualdade”, diz.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Capacitação garante alta taxa de empregabilidade (Imagem: Reprodução/Envato/DragonImages)

Um dos diferenciais da capacitação é sua taxa de empregabilidade: acima de 65% desde que o programa foi criado, em 2019. Além disso, seis meses após o término do primeiro ciclo, o salário médio dos concluintes era de R$ 4.985. O número é superior à média das pessoas empregadas no Brasil em 2021: cerca de R$ 2.459, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Outro destaque do Recode Pro é a política de diversidade. Em 2022, pelo menos 51% dos participantes serão pretos ou pardos e 40% das vagas estão reservadas para mulheres. Além disso, pessoas LGBTQIA+ terão preferência em caso de empate nas etapas classificatórias.

Baggio destaca uma pesquisa da Universidade de Brasília, que indica que quase 50% das profissões existentes atualmente podem ser substituídas por inteligência artificial. “E a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) estima que 421 mil novos postos de trabalho serão criados no segmento até 2024. O Recode Pro empodera pessoas para enfrentar esse cenário”, diz ele.

Seleção para formação

Os inscritos para o curso passarão por 40h de cursos de qualificação na plataforma da Recode e um teste de raciocínio lógico. Os mais bem avaliados serão convidados para um hackathon virtual: essa etapa vai apontar os 420 classificados para a formação.

O curso vai de maio a dezembro e será ministrado de segunda a sexta-feira, com quatro horas diárias de aula. “O hackathon é uma oportunidade para que os candidatos apliquem suas ideias, mostrem criatividade e iniciem uma rede de contatos que será fundamental para oportunidades de mercado”, explica Baggio.

Além disso, o hackathon conecta o Recode Pro ao empreendedorismo. Durante a formação, a ideia é que os alunos desenvolvam projetos com perspectiva de transformar o ambiente em que vivem. Essa diretriz prática é mais um diferencial.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu