Doutor Estranho desvenda entidade cósmica mais misteriosa da Marvel em nova HQ

Os Defensores, equipe atualmente liderada pelo Doutor Estranho nas HQs da Marvel, estão em uma jornada por diferentes cosmos em busca do cientista louco Carlo Zota, e em Defenders nº 4, lançada nos EUA, perceberam que a personificação do Quarto Cosmos é uma entidade já citada antes e que aparece pela primeira vez de forma inesperada.

Atenção: spoilers a seguir!

Na trama escrita por Al Ewing e desenhada por Javier Rodriguez, vemos que o tal Quarto Cosmos é cheio de paisagens intermináveis e versões bizarras de heróis da Marvel como o Hulk de quatro rostos no peito. O próprio Zota aparece como um Galactus alertnativo, que acaba sendo derrotado pela equipe.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Ao final da luta, Zota revela a presença da Peregrina, uma personagem que é vista pela primeira vez nesta HQ, mas que já havia sido citada em Ultimates 2 nº 100 (2017). A Peregrina nasceu da morte do Terceiro Cosmos, como parte da natureza cíclica da própria existência. Também conhecida como a Verdadeira Fiel, a personificação do Quarto Cosmos é descrita como aquela que “viajou para o mistério” — são referências a um apelido de Stan Lee aos fãs da Marvel (true believers, em inglês) e a uma antiga revista da editora (Journey into Mystery).

Defensores encontram a Peregrina, personificação do Quarto Cosmos (Imagem: Reprodução/Marvel)

Um outro detalhe que colabora com o clima fan service é a mudança artística que ocorre nesta edição, que usa um layout de quadrinhos mais reticulado, que lembra as impressões antigas das HQs; e a forma como ela traz os heróis para falar com ela, saltando de uma página de quadrinhos.

A entidade fala de forma breve com os Defensores, dizendo que não está morrendo, mas tomando uma nova forma para levar seus arquétipos (os proto-heróis Marvel vistos na edição) em uma busca pelo coração da criação”. Pelo visto seu caráter autorreferencial e enigmático vai longe.

Fonte: CBR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu