Escolha do Analista: qual é o melhor tablet bom e barato?

Nos últimos meses, pude testar uma infinidade de tablets diferentes — em torno de 30 modelos. Entre eles, percebi algo em comum: a maioria tinha configuração defasada, chipsets antigos, bateria com péssima autonomia e pouca memória RAM. Não era incomum o aparelho travar e me deixar na mão no meio do processo.

Cheguei, inclusive, a fazer um hard reset em um dos dispositivos no primeiro uso, já que ele não funcionou de imediato. Pois é, infelizmente o mercado carece de boas opções, e procurar com atenção o que queremos é essencial para não cairmos em ciladas.

Hoje, eu vou apresentar o modelo escolhido por mim como “melhor tablet bom e barato” e mostrar para você que é possível achar bons dispositivos sem precisar gastar muito. Confira na nossa matéria.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Samsung Galaxy Tab A7 10,4” (Imagem: Divulgação/Samsung)

Para que eu utilizo o tablet?

Os tablets costumam ser acessórios bem versáteis no meu dia a dia. Seja para trabalho ou lazer, são aparelhos que me atendem, principalmente, na usabilidade e nas tarefas que eu preciso realizar.

Recentemente me mudei de casa e, como todos imaginam, tive uma diversidade de transtornos durante o processo. Entre caixas e bagunças, acabei ficando sem a minha TV na sala.

Lembro que a única coisa que me salvou para assistir alguns episódios de séries e filmes foi um dos tablets que tinha disponíveis comigo no momento.

Por ter uma tela bem maior que a dos celulares, era possível ver qualquer conteúdo através dele de maneira confortável. Até mesmo o som era imersivo e bem agradável, já que o modelo que estava aqui tinha quatro saídas de áudio.

Trabalhar é outro ponto que eu gosto bastante quando o assunto é dispositivo portátil.

Sei que algumas pessoas podem comentar que notebooks são melhores e entregam compatibilidade com a maioria dos apps devido ao Windows ser o principal sistema operacional desses produtos, mas, ainda assim, não costumam ser tão leves ou ter baterias de longa autonomia.

Carregamento do Samsung Galaxy Tab A7 10,4” é feito através do conector USB-C (Imagem: Ivo/Canaltech)

E antes que você pense em opções de notebooks baratos, nós temos uma matéria especialmente dedicada sobre esse assunto, em que avaliamos se realmente vale a pena investir pouco nesses dispositivos com Windows.

E já adiantando a resposta: não, infelizmente não vale a pena, e o barato acaba saindo bem mais caro no final.

Além disso, as principais marcas responsáveis pelos melhores tablets do mercado nacional — vulgo Samsung e Apple — contam com boas opções de acessórios para transformar esses produtos em pequenos computadores, só que sem a parte ruim de precisar levar muito peso e carregadores gigantes dentro da bolsa ou mochila.

Tablet bom e barato: tem que saber escolher

Ao escolher um tablet bom e barato, é necessário avaliar alguns quesitos bastante importantes. O que você prioriza quando escolhe esse tipo de dispositivo: portabilidade, autonomia da bateria ou desempenho? A partir desses pontos, você já consegue “mirar” em modelos mais específicos dentre os tantos disponíveis no mercado.

Sim, é possível adquirir um modelo que tenha todas essas características juntas, mas sairia da proposta que temos nesse artigo de achar um dispositivo que, além de bom, também seja mais em conta.

O primeiro conselho que posso dar é: fuja de grandes promessas com poucos recursos.

Não é incomum encontrarmos aparelhos com preços muito atrativos. Existem algumas fabricantes que chegam a ter tablets por R$ 350, mas o desempenho entregue é muito abaixo do mínimo esperado.

Travamentos, congelamento de tela e reinicialização constante são alguns dos principais problemas que encontramos nesse tipo de produto.

O Samsung Galaxy Tab A7 10.4 (2020) – LTE tem tela com bom tamanho e definiçao de imagens (Imagem: Ivo/Canaltech)

E não falo isso da boca para fora. Nos últimos meses, tive a oportunidade de testar uma infinidade de tablets — em torno de 30 modelos, aproximadamente — e posso afirmar que a maioria deles sofria com o mesmo problema: tinham configurações extremamente defasadas e utilizavam partes e peças “recicladas” de quatro, cinco anos atrás.

Não era incomum encontrar um chipset de 2014/2016 sendo utilizado nesses aparelhos. A maioria deles também tinha pouca memória RAM, sendo 2 GB um consenso entre boa parte dos dispositivos. Achar tablets com números maiores que esse se tornou um achado quase impossível.

O que quero explicar com tudo isso é que, quando falamos do bom e do barato, não estamos falando, necessariamente, sobre o mais em conta de todos. É sempre necessário pesquisar bastante o que as fabricantes disponibilizam para venda nas lojas.

Samsung Galaxy Tab A7 10,4: uma excelente escolha

E partindo para a minha escolha de melhor tablet bom e barato, escolhi o Galaxy Tab A7 10,4’’ (2020) da Samsung. Lembrando que esse é o modelo mais recente, lançado em 2020, então é necessário prestar atenção caso tenha interesse em adquirir o produto.

Começando pelo assunto que acredito ser o mais “polêmico” de todos, o preço dessa versão está na casa dos R$ 1.100, aproximadamente.

Eu sei que existem outros modelos mais baratos da própria Samsung, mas a performance deles é muito abaixo do esperado. Não adiantaria nada eu selecionar o menor preço, mas sacrificar todo e qualquer desempenho satisfatório que o aparelho pudesse entregar.

Tendo isso em mente, a plataforma utilizada nesse dispositivo é o Snapdragon 662, de 11 nm. Esse chipset é um dos modelos intermediários da Qualcomm, sendo voltado para usuários com tarefas menos complexas.

Mas não se engane: é possível jogar alguns títulos mais recentes com qualidade gráfica mediana, sem nenhum problema.

Esse modelo tem as versões de 32 GB ou 64 GB de espaço de armazenamento com 3 GB de memória RAM.

Para mim, essa é a única característica que esse modelo tem de desvantagem, já que um maior espaço para guardar os apps, documentos e afins seria bem mais interessante.

A câmera traseira do Samsung Galaxy Tab A7 10,4” é focada para registros mais triviais (Imagem: Ivo/Canaltech)

Os sensores têm 8 MP (traseira) e 5 MP (frontal) e garantem registros triviais. Assim como em outros tablets disponíveis no mercado, o Galaxy Tab A7 não tem foco em ser um dispositivo para tirar fotos. Os sensores servem muito bem para as videochamadas, mas não têm o propósito de serem os melhores nesse quesito.

A tela é do tipo TFT, mas não se engane. A qualidade e visualização dos conteúdos é muito boa, bem definida e com cores excelentes.

Por fazer parte da linha Tab, também tem suporte à S Pen, caneta touch da Samsung. Ou seja: essa versão é muito versátil e dentro das expectativas de boa parte dos usuários que querem um dispositivo voltado ao público de entrada/intermediário sem gastar muito.

Por fim, mas não menos importante, temos a bateria com seus 7.040 mAh que fornecem muitas horas de uso seguidas sem a necessidade da recarga constante.

Além de manter a saúde da bateria, poupa o usuário da necessidade de sempre estar “pendurado” em uma tomada durante todo o tempo. O Samsung Galaxy Tab A7 10,4’’ é, para mim, a melhor escolha de tablet bom e barato atualmente.

Conclusão

Após analisar em torno de 30 tablets diferentes nos últimos meses, posso afirmar que o Samsung Galaxy Tab A7 10,4’’ é, na minha opinião, o melhor tablet bom e barato do momento. Voltado ao público intermediário, ele possui configuração equilibrada mesmo em 2021.

O Snapdragon 662 é suficiente para boa parte das atividades e até mesmo alguns joguinhos para quem é gamer de plantão.

A memória RAM é aceitável para atividades cotidianas e apps que não consomem muito esse tipo de recurso, mas, na minha experiência de uso, posso afirmar que foram suficientes e não causaram nenhum tipo de travamento ou lentidão no sistema.

A configuração do Samsung Galaxy Tab A7 10,4” é equilibrada e suficiente para quem procura um tablet bom e barato (Imagem: Ivo/Canaltech)

A tela é excelente para leitura e visualização dos conteúdos, é pouco reflexiva e tem um bom tamanho. As 10,4 polegadas do painel são equilibradas, entregando conforto e portabilidade durante o uso no dia a dia.

O uso de acessórios — como uma capa teclado compatível, por exemplo — traz maior praticidade e versatilidade durante a utilização.

E mesmo com o uso moderado, a bateria de 7.040 mAh é suficiente e dispensa a necessidade de carregamento constante, possibilitando maior durabilidade da bateria a longo prazo já que o desgaste será menor.

O Samsung Galaxy Tab A7 10,4’’ é a minha escolha de melhor tablet bom e barato, com toda a certeza.

Confira ofertas para o Samsung Galaxy Tab A7 10,4’’

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também