Flurona no Brasil: veja onde casos de covid e gripe já foram registrados

A gripe e a covid-19 seguem em ampla circulação no Brasil, preocupando especialistas e população em geral. Mas você sabia que é possível se infectar com os dois vírus simultaneamente? O termo não-oficial utilizado para essa coinfecção é Flurona. Os casos já chegaram a São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará.

No Rio, a dupla infecção foi identificada em um adolescente de 16 anos. A família decidiu submeter o jovem ao Painel Respiratório, capaz de identificar os vírus da Influenza A e B, Sincicial Respiratório e a Covid, e o resultado confirmou a Flurona.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, em geral, os casos são notificados pela doença com maior gravidade. “É importante ressaltar que ainda não existem estudos científicos publicados que confirmem as implicações clínicas ou imunológicas da infecção conjunta. A Secretaria reforça que vai acompanhar qualquer ocorrência que venha a ser notificada no estado”, afirma.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Enquanto isso, alguns moradores da cidade de São Paulo foram diagnosticados com os dois vírus. A jornalista Giulia Fernandez relatou que seus sintomas começaram no mesmo dia e os dois testes deram positivo na mesma ocasião. Giulia ficou quatro dias de cama, sem conseguir se levantar, e melhorou gradativamente.

Casos de Flurona são registrados no Brasil (Imagem: Polina Tankilevitch/Pexels)

No Ceará, o governo já confirmou três casos de coinfecção: duas crianças de um ano e um homem de 52. Ninguém precisou ser hospitalizado. A Secretaria da Saúde do Estado não sabe qual cepa do coronavírus infectou os três, mas confirmou que os pacientes foram contaminados pela cepa H3N2 da influenza.

Início da Flurona

No último sábado (1º), o governo de Israel registrou, pela primeira vez, um caso dessa dupla infecção em uma gestante que estava internada no Rabin Medical Center, na cidade de Petah Tikva. Ela não havia sido vacinada contra nenhuma das duas doenças. O Ministério da Saúde de Israel ainda investiga o caso para saber se a combinação das duas doenças pode resultar em uma infecção mais grave, e afirma que é possível que outras pessoas também tenham tido a Flurona, mas sem diagnóstico.

Vale lembrar que o termo Flurona é um neologismo que vem de uma mistura dos nomes dos dois vírus: “flu”, de influenza, e “rona” de coronavírus. Entretanto, isso não significa que dois vírus, da covid e da gripe, se fundiram em um só. Eles infectam ao mesmo tempo o mesmo organismo, ou seja, geram uma coinfecção, mas não interagem, nem criam uma nova ameaça recombinante.

Fonte: Folha de S. Paulo, G1

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu