Ford paralisa produção do Mustang elétrico por falta de semicondutores

A Ford anunciou que oito de suas fábricas espalhadas por Estados Unidos, México e Canadá sofreram cortes em suas linhas de produção nesta segunda-feira (7). A culpa, mais uma vez, será a falta de semiconditores, que há tempos vem causando prejuízos às montadoras de todo o mundo.

Em comunicado, a montadora informou que as linhas de produção afetadas serão as de Michigan, Illinois, Kansas City, Dearborn, Kentucky, Louisville, Cuautitlan (México) e Oakville (Canadá).

“A escassez global de semicondutores continua afetando as fábricas norte-americanas da Ford – junto com as montadoras e outras indústrias ao redor do mundo. Nos bastidores, temos equipes trabalhando em como maximizar a produção, com um compromisso contínuo de construir todos os veículos de alta demanda para nossos clientes com a qualidade que eles esperam”, informou a montadora.

Produção do Ford Mustang Mach-E será interrompida por falta de chips (Imagem: Divulgação/Ford)

Mustang Mach-E parado

Os planos de triplicar a produção do Mustang Mach-E sofreram um duro golpe e agora a versão eletrificada do muscle car ficará parada na linha de montagem até que o abastecimento de semicondutores seja normalizado.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Segundo a Ford, além do crossover, também serão afetados modelos como a F-150, que é produzida em Kansas City, e a Transit, que agora contará com apenas um turno de produção na mesma planta.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também