GM cria kit para transformar qualquer veículo em elétrico

A General Motors (GM) resolveu mesmo mergulhar de cabeça no que rotulou de “era elétrica” da montadora. A marca anunciou, nos Estados Unidos, a criação de um kit capaz de transformar qualquer veículo em elétrico.

A novidade, que veio acompanhada do slogan “Everybody in” (Todo mundo dentro, na tradução literal), é a possibilidade de oferecer a tecnologia de emissão zero não apenas para carros, novos ou antigos.

Os recursos poderão ser aplicados a outros tipos de veículos, como barcos ou TUGs, equipamentos de suporte terrestre ou tratores de bagagem, utilizados em aeroportos – as famosas escadinhas. A ideia da GM é investir US$ 20 bilhões até 2030.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

“A GM tem uma estratégia estabelecida, rede de integradores e acordos de co-desenvolvimento para aplicar uma ampla gama de componentes e soluções a uma ampla gama de clientes e casos de uso. À medida que empresas em muitos setores procuram reduzir seu impacto ambiental, a GM está posicionada de maneira única para servir como líder não apenas por meio de novos e emocionantes EVs em nossas marcas, mas por meio de aplicações de tecnologia adicionais, e estamos ansiosos para trazer clientes em nossa jornada de emissões zero”, afirmou Travis Hester, vice-presidente de Operações de Crescimento de Veículos Elétricos da GM.

Era elétrica terá 4 áreas-chave

Era elétrica da General Motors terá investimentos em quatro áreas-chave (Imagem: Divulgação/General Motors)

Todo esse investimento para a expansão da era elétrica além dos veículos novos e lançamentos será dividido em 4 áreas-chave: Chevy Performance e Aftermarket, GM Powered Solutions, Ground Support Equipment e Marine Propulsion.

A primeira área já apresentou veículos-conceito de conversão elétrica, como a picape E-10, K-5 Blazer-E, eCOPO Camaro e o Projeto X. O mais novo foi um El Camino ano 1972, eletrificado pela Lingenfelter Performance Engineering, situada em Brighton, Michigan.

Cheveolet El Camino 1972 eletrificado foi apresentado pela GM (Imagem: Divulgação/General Motors)

As demais áreas também já começaram a desenvolver projetos e, segundo a marca, são parte do esforço da GM para estender o desempenho e os benefícios da tecnologia de emissão zero para novas indústrias e servir como uma extensão natural da estratégia de crescimento da montadora.

Fonte: General Motors

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu