Homem-Aranha | Porque Venom foi levado para o MCU? Roteiristas explicam

Dos vários retornos e participações especiais presentes em Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, um em específico gerou muita dúvida nos fãs. Afinal, como Venom foi parar dentro do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês) se Eddie Brock (Tom Hardy) não tinha ideia de que o herói existia e muito menos quem era Peter Parker?

Para muita gente, esse foi o maior furo de roteiro do longa. De acordo com a explicação do Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch), somente quem sabia a identidade secreta do Amigão da Vizinhança foi atraído para aquela realidade, o que não justificaria a vinda de Venom. Contudo, eis que os roteiristas do longa finalmente explicaram o que aconteceu.

Não foi furo de roteiro: Venom foi para o MCU graças a Homem-Aranha 3 (Imagem: Divulgação/Sony Pictures)

Em entrevista à Variety, os responsáveis pela história de Sem Volta para Casa, Erik Sommer e Chris McKenna, confirmaram que o personagem de Hardy foi afetado pelo feitiço do ex-Mago Supremo por causa do simbionte. Segundo eles, Venom realmente tem conhecimento de outros universos enterrados em sua mente e que foi isso que levou a dupla para dentro do universo do Homem-Aranha — ainda que para ficar sentado dentro de um bar.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A fala dos roteiristas confirma uma teoria que muitos fãs levantaram de que o simbionte da série Venom está conectado com aquele que vimos em Homem-Aranha 3 e que é por isso que ele conhece Peter.

Na cena pós-crédito de Tempo de Carnificina, o simbionte diz a seu hospedeiro que ele possui “80 bilhões de anos-luz de conhecimento de colmeia através de universos”, algo que seria capaz de explodir a cabeça de Brock. Assim, como o Venom do filme de 2007 sabia que Peter Parker era o Homem-Aranha, faz sentido que a nova versão do personagem também saiba desse segredo.

Dessa forma, com base no que os roteiristas explicaram, quem foi afetado pelo feitiço do Doutor Estranho foi o simbionte e não Eddie Brock, que acabou sendo levado na carona. E é isso que justificaria também o fato de Venom ter demonstrado um interesse bastante atípico em Parker ao vê-lo na TV. Isso porque ele conhecia o garoto, embora ele tivesse outro rosto na época.

E embora isso possa soar um tanto quanto forçado, é uma solução que tem respaldo nos quadrinhos. Nos gibis, o simbionte faz parte de uma raça alienígena que tem essa mente de colmeia, ou seja, uma espécie de consciência compartilhada entre seus indivíduos. É como se todos os simbiontes estivessem conectados entre si e que as memórias de um podem ser acessadas pelos demais.

É claro que isso abre margem para outras perguntas. Afinal, se todos os simbiontes estão conectados, isso não deveria ter trazido o vilão Carnificina e outros pedaços do alienígena espalhados pelo multiverso? E o próprio Venom de Homem-Aranha 3 não deveria ter sido atraído também? E por que diabos um pedaço da geleca preta ficou para trás quando Brock voltou para sua realidade?

Venom e o Sexteto Sinistro

Além de ter confirmado a teoria dos fãs, os roteiristas revelaram que realmente cogitaram colocar o simbionte dentro da história e não apenas como uma piada na cena pós-crédito. De acordo com McKenna, a ideia de colocar Venom na batalha final dos três Homens-Aranhas foi discutida, mas acabou sendo logo descartada.

Faria sentido Venom na luta final? Não, mas ninguém discorda que seria algo muito legal de se ver (Imagem: Reprodução/Sony Pictures)

Segundo ele, a ideia de trazer Brock para a cena da Estátua da Liberdade ficou de fora porque seria preciso mais tempo para desenvolver o personagem e, assim como várias outras propostas que não entraram no corte final de Sem Volta para Casa, eles não conseguiram encontrar uma forma de fazer isso funcionar dentro da trama.

Vale pontuar que a participação de Venom dentro da história era algo que vinha sendo cogitado pelos fãs, que imaginavam que o simbionte seria o personagem que faltava para compor o Sexteto Sinistro, o icônico grupo de vilões que volta e meia aparece para confrontar o Homem-Aranha nos quadrinhos. Assim, levando em conta que tínhamos cinco inimigos já confirmados — Duende Verde, Doutor Octopus, Homem-Areia, Lagarto e Electro —, era natural que Brock fosse cotado para ocupar essa sexta vaga.

Fonte: Variety

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu