Hyundai Creta x Chevrolet Tracker: qual é o melhor?

Os SUVs dominam o mercado brasileiro há algum tempo e as montadoras perceberam a tempo de lançarem cada vez mais modelos, de diferentes níveis e segmentos. Na categoria de SUVs compactos, oficialmente conhecida como B-SUV, a disputa é muito acirrada, com opções realmente interessantes.

Duas dessas opções são os ótimos Hyundai Creta e Chevrolet Tracker, que em suas atuais gerações receberam motores turbinados, itens de conectividade e mudanças visuais importantes para seguirem competitivos e brigando entre os mais vendidos do segmento.

Hyundai Creta Ultimate e Chevrolet Tracker Premier: quem vence esse duelo? Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

No caso do SUV sul-coreano, a mudança mais drástica foi no visual, que coleciona detratores e adoradores em todo o Brasil. Enquanto isso, no SUV da General Motors houve um decréscimo de potência, mas um incremento em conectividade e segurança para brigar na ponta do segmento.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Para este comparativo, consideraremos as versões mais equipadas de ambos os carros como base, mesmo que, no caso do Hyundai Creta, a variante Ultimate 2.0 seja consideravelmente mais cara do que o Chevrolet Tracker Premier — além de ter um pacote de equipamentos um pouco superior.

Para chegar à conclusão de qual é o melhor SUV entre Creta e Tracker, analisaremos os seguintes itens:

  1. Design
  2. Acabamento
  3. Conforto
  4. Desempenho
  5. Conectividade
  6. Segurança
  7. Custo-Benefício

Já a pontuação será do seguinte modo:

  • Vitória: 3 Pontos
  • 2º lugar com pouca desvantagem: 2 pontos
  • 2º lugar absoluto: 1 ponto

1. Design

Por aqui, sem surpresas. Entre a nova geração do Hyundai Creta e o Chevrolet Tracker, o modelo da General Motors vence com facilidade. E aqui não vai entrar o gosto pessoal do repórter, mas sim uma questão simples: o SUV asiático divide muito as opiniões, enquanto o estadunidense agrada mais de modo geral.

O design do Tracker Premier agrada demais, ainda mais nessa cor azul (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
  • Vencedor: Chevrolet Tracker – 3 Pontos
  • 2º lugar: Hyundai Creta – 1 Ponto

2. Acabamento

Por aqui, o equilíbrio é absoluto. Tanto Hyundai Creta quanto Chevrolet Tracker abusam do plástico duro, mas brincam bem com as texturas na cabine, sobretudo no painel frontal. Entretanto, o SUV sul-coreano leva uma pequena vantagem por passar um ar de mais requinte, enquanto o carro da GM lembra, e muito, o irmão menor Chevrolet Onix.

Além disso, o cluster principal do Hyundai Creta é mais agradável e tecnológico, enquanto o Tracker deixa bastante a desejar.

A cabine do Hyundai Creta Ultimate parece mais requintada do que a do Tracker (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
  • Vencedor: Hyundai Creta – 3 Pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker – 2 Pontos

3. Conforto

Para avaliar o conforto dos SUVs deste comparativo levaremos em conta seu espaço interno, porta-malas e ajuste de suspensão, itens que são primordiais para determinar se eles são, de fatos, carros confortáveis. Na soma de todos esses critérios, o Creta leva com alguma facilidade.

O carro da Hyundai tem o maior entre-eixos, com 2,61m contra 2,57m; o maior porta-malas, com 422 litros contra 393 litros; e, na suspensão, por mais que ambos tenham eixo de torção, algo inadmissível pelo preço que cobram, o acerto do sul-coreano traz mais conforto, enquanto o Chevrolet privilegia um comportamento mais dinâmico.

É bom destacar, porém, que ambos são carros bem confortáveis dentro da categoria de SUVs compactos, mas, na comparação entre ambos, a vitória vai para o Hyundai Creta.

Espaço interno do Hyundai Creta pode atrair famílias um pouco maiores (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
  • Vencedor: Hyundai Creta – 3 Pontos
  • 2º lugar: Chevrolet Tracker – 1 Ponto

4. Desempenho

Por aqui, um duelo de litragens e tipos de aspiração no motor. Enquanto o Hyundai Creta traz o conhecido (e melhorado) 2.0 aspirado de 167cv e 20,6 kgf/m de torque, o Chevrolet Tracker conta com o novo propulsor 1.2 turbo de 133cv e 21,4 kgf/m de torque.

A Hyundai trabalhou muito bem nesse propulsor e o tornou, além de ágil, mais econômico do que na geração anterior. Entretanto, no uso urbano, o motor 1.2 turbo, graças à oferta quase que imediata de torque, torna as coisas mais rápidas e agradáveis. Na estrada, porém, o 2.0 flui melhor e proporciona uma viagem mais tranquila.

Hyundai Creta teve melhorias em seu motor 2.0 (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

O 0 a 100 km/h de ambos é bem parecido, com 9,3 segundos para o Hyundai e 9,4s para o Chevrolet, com o consumo sendo igual: 7,7 km/l no etanol rodando na cidade.

Em nossa experiência de uso, o Tracker se mostrou mais ágil e leva esse duelo por muito pouco, já que usamos o carro a maior parte do tempo na cidade. Porém, a Hyundai merece todos os elogios por esse motor 2.0. Mesmo mais pesado e com torque tardio, sua tocada é das melhores da categoria.

No uso urbano, o Tracker leva a melhor (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
  • Vencedor: Chevrolet Tracker – 3 Pontos
  • 2º lugar: Hyundai Creta – 2 Pontos

5. Conectividade

Outro duelo equilibradíssimo. Em sua nova geração, o Hyundai Creta vem munido do pacote Bluelink, que oferece ao usuário uma série de comandos remotos do veículo e toda uma assistência de recuperação em caso de roubo, uma versão evoluída do que a Chevrolet oferece com o OnStar e o My Chevrolet.

O diferencial que chama a atenção nesse caso é que o Tracker conta com a internet 4G nativa, algo que ajuda bastante no uso diário. Por mais que o Creta tenha, por exemplo, um GPS nativo e uma tela maior de multimídia, o modelo da General Motors é mais conectado.

Além disso, o Chevrolet Tracker já traz o espelhamento do Android Auto e Apple CarPlay sem fio, algo que o Creta, mesmo sendo mais novo, não possui. Com base em tudo o que avaliamos dos dois SUVs, vitória do Chevrolet por muito pouco.

Pacote de conectividade do Tracker é superior ao do Creta graças ao 4G nativo (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
  • Vencedor: Chevrolet Tracker – 3 Pontos
  • 2º lugar: Hyundai Creta – 2 Pontos

6. Segurança

Mais equilíbrio. Ambos os SUVs trazem itens de segurança importantes e extremamente úteis. No caso do Hyundai Creta, essa geração tem o alerta de colisão frontal, frenagem automática de emergência e alerta de ponto cego com imagens, além dos seis airbags de série.

Já o Chevrolet Tracker apresenta os mesmos itens, com a diferença que seu alerta de ponto cego e tráfego cruzado seja por meio de alertas visuais no retrovisor, algo que consideramos mais pertinente e funcional no dia a dia, enquanto o alerta de colisão frontal detecta pedestres.

Embora ajude, a câmera de ponto cego do Creta não é muito usual (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Por outro lado, o Creta Ultimate é equipado com o piloto automático adaptativo e, muito embora seja um item mais voltado ao conforto, sobretudo na estrada, é possível dizer que ele traz mais segurança, já que proporciona alguns momentos de descanso aos pés do motorista.

Para compensar um pouco, o Tracker é equipado com o Park Assist semiautônomo, que ajuda em balizas e manobras em vagas de shopping. No Hyundai, as manobras têm o auxílio de uma câmera 360º.

Diferentemente do Tracker, que é mais discreto e útil (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Com dois carros tão recheados em equipamentos, é justo um empate.

  • Hyundai Creta e Chevrolet Tracker: 3 pontos

7. Custo-Benefício

Na data de edição deste comparativo, os preços de ambos os SUVs são os seguintes:

  • Chevrolet Tracker Premier 1.2 Turbo 2022: R$ 150 mil
  • Hyundai Creta Ultimate 2.0 2022: R$ 160 mil

Sendo assim, diante do equilíbrio apresentado entre os produtos, a diferença de R$ 10 mil não se justifica a favor do Creta, embora ele tenha muita qualidade e vença em alguns aspectos. Talvez nas versões mais em conta, o sul-coreano possa levar mais vantagem, já que dispõe de motor turbo e bom pacote tecnológico.

Mesmo custando R$ 10 mil a menos, o Tracker encara o Creta de igual para igual (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
  • Vencedor: Chevrolet Tracker – 3 pontos
  • 2º lugar: Hyundai Creta – 1 ponto

Hyundai Creta Ultimate x Chevrolet Tracker Premier: Qual vale mais a pena?

  • Chevrolet Tracker – 18 pontos
  • Hyundai Creta – 15 pontos

O Chevrolet Tracker é um SUV muito equilibrado e competitivo, já que reúne bom espaço interno, motor ágil e muita tecnologia. O Hyundai Creta evoluiu absurdamente em sua nova geração, mas, em sua versão topo de gama, o preço já não é tão atrativo, podendo fazer com que os clientes busquem seus modelos mais em conta ou SUVs superiores.

No tira-teima entre ambos, o Tracker vale um pouco mais a pena por custar menos do que o rival em sua versão topo de gama e ser tão equipado quanto. Nos modelos mais em conta, porém, a realidade pode ser diferente.

E aí, qual você escolhe?

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu