Ministério da Saúde começa a indicar 4ª dose para idosos com mais de 80 anos

O Ministério da Saúde passou a recomendar, na quarta-feira (23), a quarta dose da vacina contra a covid-19 para pessoas com mais de 80 anos. Até então, o reforço era autorizado apenas para pessoas imunossuprimidas. De forma paralela, alguns estados já aplicavam a nova dose nessas pessoas desde segunda (21).

As orientações para o reforço da vacina contra a covid-19 em idosos com mais de 80 anos foram publicadas em Nota Técnica. O documento foi elaborado pela Câmara Técnica Assessora em Imunizações (CTAI).

Saúde indica a quarta dose da vacina para todos os idosos com mais de 80 anos (Imagem: Reprodução/Lucigerma/Envato Elements)

“A aplicação de uma segunda dose de reforço (quarta dose) para todas as pessoas com 80 anos de
idade ou mais, com intervalo mínimo de 4 meses a partir do primeiro reforço (terceira dose)”, detalha a nota sobre a imunização.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Qual vacina deve ser aplicada nos idosos?

A nova dose de reforço nos idosos deve ser feita, quando possível, com a vacina da Pfizer. “A vacina recomendada para tal dose de reforço deverá ser, preferencialmente, da plataforma de RNA mensageiro (Comirnaty/Pfizer) ou, de maneira alternativa, vacina de vetor viral (Janssen ou AstraZeneca)”, detalha a nova orientação da Saúde.

A estimativa é que 4,6 milhões de brasileiros recebam novas doses contra a covid, segundo a pasta. No entanto, a Saúde não anunciou se deve ampliar o aceso à quarta dose para todos os idosos com mais de 60, como alguns estados já planejam.

Segundo levantamento, pelo menos 7 estados já anunciavam a vacinação contra a covid-19 para pessoas com mais de 60 anos, antes do anúncio da Saúde. São eles:

  • São Paulo;
  • Espírito Santo;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Amazonas;
  • Pará;
  • Rio Grande do Norte;
  • Mato Grosso.

Por que tomar a quarta dose da vacina?

A importância da nova dose de reforço para pessoas com mais de 80 anos pode ser explicado por dados de redução da eficácia da vacina com o passar dos meses e também pelo envelhecimento do sistema imune.

“A redução da efetividade das plataformas vacinais em idosos pode ser explicada, em parte, pelo envelhecimento natural do sistema imunológico (imunosenescência), logo estratégias diferenciadas para garantir a proteção neste grupo específico, devem ser sempre reavaliadas”, detalha o documento.

Além disso, “achados preliminares de estudos recentes desenvolvidos em Israel, demonstraram que, após a aplicação de uma segunda dose de reforço (quarta dose), houve aumento de cinco vezes nos títulos de anticorpos após uma semana. Com base nesta análise, o governo de Israel iniciou no dia 04/01/2022, a aplicação da quarta dose em indivíduos com 60 anos de idade ou mais, após 4 meses de intervalo da aplicação da terceira dose”, completa.

Fonte: Ministério da Saúde e Nota Técnica da Saúde  

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também