O que queremos ver em Pokémon Scarlet e Violet

Pokémon Legends: Arceus ainda está vivo nas mentes e corações de treinadores ao redor do mundo, mas o fato é que, até o final de 2022, teremos uma nova geração de monstrinhos chegando ao Nintendo Switch. Pokémon Scarlet e Pokémon Violet vão incorporar as mudanças da aventura em Hisui, com um mundo aberto e dinâmico. A The Pokémon Company, no entanto, promete ir além. O que esperar da nona geração de Pokémon?

Em comunicado no site oficial da Nintendo, a The Pokémon Company declarou que a nova geração será um novo passo evolutivo que permitirá a exploração “livremente em um mundo aberto ricamente expressivo”. Após confirmar que irá aderir às mudanças aplicadas à fórmula da franquia em Legends: Arceus, a Game Freak trabalha em alcançar um patamar mais refinado no caminho que começou a ser trilhado.

Diante de tantas mudanças recentes, o que realmente os fãs querem ver aperfeiçoado em Scarlet e Violet? Separamos sete pontos a seguir:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

7. Um mundo realmente aberto

Game Freak prometeu mundo realmente aberto em novos jogos (Imagem: Reprodução/The Pokémon Company)

Uma das primeiras descrições da região de Scarlet e Violet pela Game Freak menciona “cidades que se misturam sem fronteiras”. O recado parece ser claro aos jogadores que esperavam uma aventura de mundo aberto em Legends: Arceus, mas ganharam apenas cenários com livre exploração e progressão não linear limitados por bordas invisíveis.

A expectativa é que a nova geração, pela primeira vez, apresente um mundo Pokémon, com liberdade para que o jogador explore e faça sua própria jornada. O site oficial dos jogos oferece algumas pistas de que isso pode acontecer. “Em Scarlet e Violet, você poderá ver os Pokémon nos céus, nos mares, nas florestas, nas ruas – por toda parte! Você poderá experimentar a verdadeira alegria da série Pokémon – lutando contra selvagens para pegá-los – agora em um jogo de mundo aberto que jogadores de qualquer idade podem desfrutar”, escreveu a desenvolvedora.

6. Sistema de batalha refinado

Golpes com mais detalhes e que causem dano em área podem deixar batalhas ainda mais imersivas (Imagem: Reprodução/The Pokémon Company)

As batalhas em Legends: Arceus acontecem em tempo real pela primeira vez na série principal. Apesar do sistema de turnos ainda estar presente, mecânicas de golpes fortes e ágeis, além da incorporação de lutas no próprio mapa do jogo, ajudaram a criar um novo patamar de imersão no mundo Pokémon.

No entanto, o funcionamento dos combates precisa ser refinado. Golpes em área que atingem dois Pokémon e mais trabalho nos detalhes nos ataques dos monstrinhos são elementos que fizeram falta para o sentimento de imersão e são aguardados na próxima aventura.

Golpes com mais detalhes foram exibidos em apresentação de Scarlet e Violet (Imagem: Reprodução/The Pokémon Company)

5. Melhorias no desempenho gráfico

Trailer de Scarlet e Violet ainda mostram potencial jogo feio, mas um feio arrumadinho (Imagem: Reprodução/The Pokémon Company)

A Game Freak acertou em muitas das novas mecânicas que inventou para essa nova fase de Pokémon. O refinamento gráfico do mundo aberto, certamente não foi um desses acertos. Legends: Arceus conta com texturas mal otimizadas que sofrem para carregar e que muitas vezes lembram um papel de parede de quarto infantil em pedras, grama e árvores.

Com mais alguns meses trabalhando em Scarlet e Violet, os jogos tem tudo para refinar a qualidade gráfica de texturas apresentadas no antecessor. O trailer divulgado mostra uma melhora significativa em muitos sentidos. Não que os títulos caminhem para serem lindos, mas pelo menos parecem estar na direção correta para ficarem pelo menos “bonitinhos e ordinários”.

Cenários mais pesados e com mais elementos foram apresentados no anúncio dos novos jogos (Imagem: Reprodução/The Pokémon Company)

O ponto mais crítico que precisa ser resolvido é a otimização. Esperamos que a Game Freak consiga evitar o lançamento de mais dois jogos com partes do cenário que apenas não carregam à vista do jogador.

4. Mais Pokémon inéditos

Trio de iniciais da nona geração Pokémon (Imagem: Reprodução/The Pokémon Company)

Há algumas gerações, Pokémon tem diminuído o número de monstrinhos inéditos apresentados nos jogos principais. Com um grande mundo a ser explorado, a expectativa é que a região de Scarlet e Violet tenha personalidade e mostre muitas novas espécies de Pokémon.

Até agora, o primeiro trailer do jogo apenas confirmou as presenças dos iniciais Sprigatito, do tipo planta; Fuecoco, do tipo fogo e Quaxly do tipo água. Ainda não sabemos quais serão as evoluções do trio.

3. Diferenças significativas entre versões

Uniforme de protagonista será laranja em Pokémon Scarlet (Imagem: Reprodução/The Pokémon Company)

Comportamento que também fica datado a cada Pokémon são as poucas diferenças entre as versões da dupla de uma nova geração. Os últimos lançamentos, Pokémon Sword e Pokémon Shield, são essencialmente o mesmo jogo, apenas com diferenças estéticas, com um punhado de monstrinhos exclusivos em cada um dos títulos.

Os primeiros rumores sobre a nona etapa da franquia apontam que a região será inspirada na Península Ibérica, com Pokémon Scarlet fazendo referência ao cultivo de laranjas na Espanha e Violet ao cultivo de uvas em Portugal.

Uniforme de protagonista será violeta em Pokémon Scarlet (Imagem: Reprodução/The Pokémon Company)

A Game Freak apenas confirmou que os protagonistas dos jogos usarão roupas de cores diferentes em cada um dos dois títulos. Os fãs esperam que a diferença também tenha impacto na história, com cada versão da nona geração começando de um ponto do mapa e mostrando uma visão própria sobre a trama.

2. Um novo Pokémon competitivo

Mecânicas de mundo aberto podem transformar cenário competitivo de Pokémon (Imagem: Reprodução/The Pokémon Company)

Pokémon Legends: Arceus trouxe as primeiras mudanças significativas para o conceito básico de lutas na franquia em anos. A inclusão de ataques rápidos e fortes mexeram no estático combate por turnos de Pokémon.

Com uma nova geração, é esperado que Scarlet e Violet se tornem o novo padrão para as batalhas multiplayer online e competitivas. O posto ainda está com a dupla Pokémon Sword & Shield, jogos de 2019 que são o padrão internacional para as disputas da série.

Nada mais justo do que esperar que as mudanças aplicadas à campanha dos jogos também tenha reflexo no multiplayer, atualizando as batalhas do cenário competitivo de Pokémon, com o funcionamento mais dinâmico apresentado em Legends: Arceus. O conceito de um Pokémon mais rápido que outro atacar consecutivamente, além da escolha das intensidades de um golpe, tem tudo para transformar também esse lado da série.

1. Localização em português

Até a campeã do Big Brother Brasil 21, Juliette Freire, entrou na campanha. Está na hora de Pokémon ganhar localização para o português do Brasil e de Portugal. Nada mais justo que a grande mudança apareça em um game que tem a Península Ibérica como fonte de inspiração.

Nos últimos jogos, Pokémon tem aprofundado os diálogos e dado mais peso à história. Mais do que nunca, o suporte da Nintendo a uma das maiores comunidades da franquia precisa acontecer. Com os primeiros jogos localizados da empresa saindo aos poucos para o Nintendo Switch, Pokémon Scarlet e Pokémon Violet são o melhor momento da franquia para abraçar o português. Os títulos podem até ganhar nomes localizados com as traduções Pokémon Escarlate e Pokémon Violeta.

Com português ou não nas opções de idioma, Pokémon Scarlet e Pokémon Violet vão estrear exclusivamente no Nintendo Switch no final de 2022.

Com informações de: Nintendo

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu