O turco que saiu dos games e está perto da Formula 1

Os jogos de corrida carregam consigo uma legião de admiradores, pessoas que na maioria das vezes só querem sentir a sensação da velocidade ou ter a ilusão de se tornar um piloto famoso. Porém, há aqueles que encaram tais títulos de maneira mais séria, fazendo das corridas virtuais sua profissão e um deles acaba de realizar o sonho de se aproximar da Formula 1.

Nascido há 23 anos na cidade de Istambul, Cem Bölükbaşı começou a demonstrar paixão pela velocidade aos cinco anos. Na época seu pai o levou até uma pista de motocross e logo viria a participação em campeonatos, com ele faturando o título turco no ano seguinte. A competição sempre fez parte da vida daquele garoto, com o kart tendo lhe ocupado por vários anos, mas o grande salto na sua carreira só aconteceria em 2017.

Foi naquele ano em que a equipe G2 Esports FA Racing convidou Bölükbaşı a fazer parte do seu quadro de pilotos, onde ele participaria de torneios de diversos jogos. Já na temporada seguinte o rapaz disputaria quatro das 10 corridas da Formula 1 eSports Series, terminando a competição em 12º lugar, com 32 pontos. Em 2019 ele até correria em mais provas, nove de 12, mas o desempenho seria pior, com os quatro pontos obtidos lhe garantindo apenas a 21ª colocação geral.

No entanto, o desempenho foi suficiente para chamar a atenção de equipes do “mundo real” e em maio daquele mesmo ano Bölükbaşı foi anunciado como piloto da Borusan Otomotiv Motorsport. A aposta da equipe turca permitiria que o jovem disputasse o campeonato europeu de GT4 e no final da competição ele obteria um 17º lugar. Já em 2020, mais bem adaptado às pistas reais, ele conseguiria três pole positions e venceria três provas, terminando com o vice-campeonato.

Depois foi a vez da Formula 3, da Euroformula e da European Le Mans Series na classe LMP3, até que em outubro de 2021 ele pudesse realizar um teste na Formula 2, no circuito de Brno. Servindo como grande porta de acesso para a Formula 1, Bölükbaşı já havia chegado mais longe do que a maioria dos garotos que sonham em participar da principal categoria do automobilismo, mas faltava a confirmação de que ele poderia competir durante toda a temporada.

Pois isso aconteceu apenas agora, quando a Charouz Racing System anunciou Cem Bölükbaşı como um dos seus pilotos. Ao falar com o site oficial da Formula 1, ele não escondeu a compreensível empolgação:

Eu realmente não tive tempo de processar tudo. Acho que a percepção está crescendo a cada hora. Este é um grande sonho que na verdade está se realizando, então é bem difícil colocar isso em palavras, mas é muito empolgante e estou muito feliz.

Se nunca estivesse na F1 eSports, eu poderia nunca ter tido a chance de estar num carro real — eu poderia não estar onde estou agora. Penso ser muito importante ser o primeiro gamer a conseguir isso, porque isso pode dar esperança às pessoas. Se elas virem que uma pessoa pode fazer isso, elas acreditarão que também podem fazer isso… Seu eu pude ir da F1 eSports para a FIA Formula 2, acho que qualquer um pode.

Agora a missão de Bölükbaşı será mais difícil do que nunca. Sair da Formula 2 e conseguir uma vaga na Formula 1 é algo que poucos pilotos conseguem e por isso não será surpresa se o turco não chegar a competir com figuras como Lewis Hamilton, Max Verstappen ou Sebastian Vettel. No entanto, pode ser que a experiência acabe o levando a outras categorias muito famosas e mesmo que ele tenha atingido o seu ápice, já podemos considerar um feito em tanto.

Por outro lado, os atuais responsáveis pela Formula 1 devem estar adorando essa história. A categoria tem feito um grande esforço para se aproximar dos eSports e ter um piloto que começou nos games e agora está tão perto dos seus carros é uma forma de divulgação que provavelmente chamará a atenção de muitos jovens.

Como não tenho nem idade nem perseverança para sonhar com algo assim, o que me resta é tentar criar ânimo para tirar meu volante do descanso e me divertir/estressar enquanto disputo algumas provas no Dirty Rally 2.0. Mas falando sério, acho que nunca deixarei de me impressionar com o quanto os jogos de corrida evoluíram com o passar dos anos, a ponto de servirem como uma peneira para encontrar novos pilotos.

Fonte: ESPN

Fonte feed: tecnoblog.net

Veja também

Menu