Os 5 corações mais bizarros (e impressionantes!) do reino animal

O reino animal é indiscutivelmente diverso. Cada integrante tem seu destaque, seja por questões estéticas ou comportamentais — e nesse meio, alguns chamam a atenção simplesmente pela excentricidade biológica, com órgãos fora do convencional. Com isso em mente, listamos os cinco animais donos de um coração pra lá de bizarro.

Rã-da-floresta

A rã-da-floresta (Rana sylvatica) vive na América do Norte, em ambientes muito frios. Justamente para lidar com a baixa temperatura, o animal consegue congelar completamente o próprio corpo, e nessa situação, seu coração para de bater. O órgão permanece assim, estático e congelado, durante a hibernação. Apenas uma hora após o organismo da rã descongelar é que os batimentos cardíacos retornam.

Baleia-azul

Imagina um coração que pesa nada menos que 430 quilogramas? Pois é essa a realidade da baleia-azul, que tem o maior coração de todos os animais vivos atualmente. Para se ter uma noção, só as paredes da aorta, a artéria principal, podem ter mais de 15 centímetros de diâmetro. Mas também não é para menos: a baleia-azul é um dos maiores animais do mundo, medindo entre 21 e 30 metros e pesando de 150 a 180 toneladas, aproximadamente.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Polvo

Polvo tem três corações (Imagem: Diane Picchiottino/Unsplash)

Por que ter apenas um coração quando se pode ter três? É o caso do polvo, que conta com dois corações braquiais de cada lado do corpo, responsáveis por oxigenar o sangue bombeando-o através dos vasos sanguíneos das brânquias, e o coração sistêmico, que fica localizado no centro do corpo e bombeia sangue oxigenado das brânquias para o resto do organismo.

Minhoca

Minhoca tem cinco pseudocorações (Imagem: twenty20photos/Envato)

E mais impressionante que ter três corações é ter… cinco! Isso mesmo, a minhoca conta com vários coraçõezinhos que envolvem seu esôfago, mas diferente do que estamos acostumados a ver, eles não bombeiam sangue, servindo apenas para comprimir os vasos para ajudar a circular o sangue por todo o corpo.

Peixe-zebra

Peixe-zebra se destaca por sua capacidade de regeneração (Imagem: Kuznetsov_Peter/Pixabay)

O peixe-zebra não precisa ter vários corações para ser o animal mais impressionante da lista. Na verdade, a característica que o coloca nessa posição é sua habilidade de regeneração, que acontece graças a células musculares especializadas que não apenas promovem seu próprio crescimento, mas também estimulam a produção de novas veias. A espécie já protagonizou diversos estudos, como um da University of Notre Dame (EUA) que descobriu uma célula no coração que regular os batimentos.

Fonte: Live ScienceAZ Animals

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu