Polícia prende grupo brasileiro de phishing que roubou R$ 10 mi de 200 vítimas

Na manhã desta sexta-feira (11), a Polícia Civil do Distrito Federal cumpriu 30 mandados de busca e apreensão e de prisão temporária contra um grupo de criminosos especializado em phishing, como parte da operação Deep Sea (mar profundo, em tradução livre). De acordo com a autoridade, a gangue fez 200 vítimas e causou um prejuízo de R$ 10 milhões.

Um dos alvos movimentou R$ 1,5 milhão na conta pessoal em um curto período, e esse fato chamou a atenção da polícia, que divulgou informações afirmando que os mandados estão sendo cumpridos no Distrito Federal, em Goiânia (GO) e Cristalina (GO).

A investigação sobre o caso é da Coordenação de Repressão às Fraudes (Corf), que teve detalhes obtidos pelo portal R7. Segundo as informações, a gangue também está envolvida em golpes do boleto falso.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O grupo preso nesta sexta-feira (11) responderá pelos crimes de furto mediante fraude, lavagem de dinheiro, organização criminosa e estelionato.

Criminosos do DF roubavam dados bancários de vítimas

Phishing é só um dos golpes que Policia Civil associou com os criminosos. (Imagem: Reprodução/Mohamed Hassan/Pixabay)

Segundo o portal R7, os criminosos utilizavam táticas de phishing para obter dados pessoais das vítimas, como credenciais bancárias. Após conseguirem essas informações, os fraudadores invadiam as contas dos alvos e realizam a retirada total do saldo, que era enviado para contas de terceiros.

A investigação da Corf também identificou que os criminosos utilizavam boletos falsos para enganar vítimas em potencial. Nesses documentos, gerados a partir de páginas falsas muito semelhantes aos sites oficiais de instituições bancárias, os usuários podiam emitir supostos títulos de quitação de dívidas — mas que no fim enviavam o dinheiro para CNPJs de fachada criados pelos fraudadores.

Fonte: R7

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu