Por que o WhatsApp parou? Saiba identificar

O WhatsApp parou por aí? Quando o aplicativo apresenta erros, existem algumas informações que o usuário deve identificar logo de cara. E, somente a partir disso, procurar uma solução. A má notícia é que muitos não sabem por onde começar, tampouco resolver o problema.

Bom, o primeiro passo é verificar se o mensageiro caiu só para você ou para mais usuários. Ao fazer isso, você terá uma visão mais apurada se pode solucionar o problema sozinho ou não.

Curiosamente, quando um bug atinge muitas pessoas, a primeira reação de muitas delas é reclamar no Twitter. Esses desabafos podem te dar uma pista importante. Busque indícios nos Trend Topics e, na falta deles, pesquise pelo termo “WhatsApp” na rede social. Leia os tweets mais recentes e, se eles apontarem algum problema, é possível que a questão seja geral.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Verifique se o problema é geral

Se a suspeita estiver correta, a instabilidade será identificada por sites de monitoramento de aplicativos, como o Downdetector e downrightnow. Ainda que isso não aconteça imediatamente após o surgimento do bug, vale conferir. Para tanto, acesse uma das páginas e pesquise pelo aplicativo no campo de busca.

Alguns sites mostram detalhes que merecem a sua atenção. O Downdetector, por exemplo, informa a localidade onde o bug foi mais relatado, bem como as versões do app que apresentam instabilidades. Através de um gráfico simples, são exibidos os horários de instabilidade e, em outra seção do site, comentários dos próprios usuários.

Antes de buscar uma solução, veja se o WhatsApp parou para mais usuários (Captura: Kris Gaiato)

Confirmou a hipótese de que o WhatsApp parou para mais pessoas? Nesse caso, tome os seguintes cuidados:

  • Atualize o sistema operacional do celular ou computador;
  • Atualize o navegador, caso esteja na versão para Web do mensageiro;
  • Instale a versão mais recente do aplicativo.

Ao atualizar os programas, você garante que possui as versões mais novas e, portanto, uma quantidade maior de erros corrigidos. Se isso não for suficiente, acione o suporte do WhatsApp e informe o erro. Caso não obtenha sucesso na tentativa, o que resta é aguardar que o mensageiro libere uma correção.

O que fazer se o WhatsApp caiu só para você?

Se, por outro lado, o problema é apenas com o seu aplicativo, a estratégia muda. Antes de qualquer coisa, garanta que a sua conexão de internet é estável. Em caso de quedas ou instabilidades, qualquer atividade online é afetada, inclusive no WhatsApp. Em geral, essa é a saída quando você não consegue realizar chamadas ou enviar mensagens.

Caso o problema seja de acesso, a coisa fica mais complicada. Antes de partir para algo mais drástico, confirme que a mensagem de verificação está funcionando corretamente. Se não estiver, escolha a opção de receber o código via ligação telefônica. Como último recurso, recomenda-se o bloqueio da conta. Afinal, problemas de acesso são muito comuns em caso de invasão e clonagem. De qualquer forma, saiba que você sempre pode pedir ajuda ao Suporte do aplicativo.

As limpezas periódicas do cache podem solucionar muitos erros e, talvez, essa seja a solução ideal para o seu caso. Ao fazer isso, você removerá dados temporários da memória do aplicativo. O resultado é um funcionamento fluido, sem tantos travamentos. Aliás, é possível realizar o procedimento em diferentes apps do Android ou do iPhone.

E não descarte a atualização de programas aqui. Instale a última versão do mensageiro e, claro, do sistema operacional do aparelho. Ainda que essa ideia tenha sido introduzida na seção de problemas gerais, trata-se de uma solução coringa.

Se você chegou até aqui e nenhuma dessas hipóteses respondeu por que o seu WhatsApp parou, o seu celular pode ser simplesmente muito antigo. Afinal, o mensageiro deixou de suportar diversos modelos e alguns usuários perderam acesso ao app. Desde 2021, apenas Android 4.1; o iOS 10; o KaiOS 2.5.0; e versões posteriores de cada software estão inclusos. Com isso, mais de 40 aparelhos ficam de fora. A solução, nesse caso, é utilizar as versões para PC ou adquirir um celular mais moderno.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também