Preview Peugeot e-208 GT | Potência e agilidade para uso urbano e na estrada

Recentemente, a reportagem do Canaltech teve a oportunidade de acelerar alguns dos carros elétricos mais legais à venda no Brasil no Haras Tuiuti, em São Paulo. E um deles foi o Peugeot e-208 GT, versão derivada do conhecido hatch compacto da marca francesa.

Anunciado pela Stellantis (dona da Peugeot) no Brasil no fim de setembro de 2021, o “leão elétrico” mostrou características perfeitas para quem busca um carro com pegada sustentável, mas não abre mão da esportividade.

Peugeot e-208 não fez feio em evento que contou com vários carros 100% elétricos (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

Além do visual arrojado, idêntico ao da versão a combustão, e do design interno moderno e bem caprichado, o Peugeot e-208 GT mostrou na pista potência e agilidade de sobra para se dar bem tanto em perímetro urbano quanto nas estradas.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Na pista com o Peugeot e-208 GT

A reportagem do Canaltech deu três voltas completas no circuito especialmente armado (e bem travado) do Haras Tuiuti, e constatou que a promessa de acelerar de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos, como consta na ficha técnica, não é “conversa fiada”. O Peugeot e-208 GT é, realmente, um “foguetinho”.

Peugeot e-208 GT mostrou força e agilidade na pista (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)

O kickdown sentido ao pisar fundo no acelerador do hatch elétrico francês despejou praticamente de forma imediata os 26,5 kgf/m de torque, associados aos 136 cv de potência do hatch. O instrutor que acompanhou a reportagem durante a pilotagem citou que a bateria de 50 kWh dá até 340 quilômetros de autonomia ao modelo, dependendo do modo (e da forma) de condução.

Demos uma volta com o seletor no modo “normal”, uma no modo “eco” e outra no “sport”. As diferenças entre os três estão no maior uso do freio motor, que recupera energia e estende a autonomia e, claro, no kickdown quando o pé é cravado no acelerador.

Em qualquer um dos modos a resposta foi positiva e tornou o hatch prazeroso de tocar. A volta com o seletor no “sport”, porém, foi a mais emocionante e mostrou à reportagem tudo o que o Peugeot e-208 GT é capaz de fazer.

Preço e disponibilidade

O Peugeot e-208 GT está à venda no Brasil em versão única, custando a partir de R$ 245 mil. Pelo (pouco) tempo a bordo, dá para cravar que o hatch francês tem tudo para cair no gosto de quem quiser (e puder) pagar o preço estabelecido pela Stellantis.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também