Rocket Lab faz seu 1º lançamento de 2022 e anuncia nova fábrica de foguetes

O primeiro lançamento do foguete Electron, da Rocket Lab, foi realizado nesta segunda-feira (28) e entregou um satélite japonês à órbita da Terra. Além disso, a empresa aeroespacial anunciou os lucros do ano 2021 e os planos de construir uma fábrica de foguetes no estado da Virgínia, nos EUA.

Por volta das 05h38 (horário de Brasília), o foguete Electron decolou a partir do Commplexo de Lançamento da Rocket Lab, localizado na Nova Zelândia. A bordo dele, estava o satélite StriX β da empresa japonesa Synspective, entregue à órbita cerca de uma hora após o lançamento.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Em uma órbita heliossíncrona, a 561 km de altitude, este é o segundo de um grupo de 30 satélites da Synspective para obter imagens de radar de abertura sintética (SAR, na sigla em inglês). O primeiro foi lançado em dezembro de 2020 pela Rocket Lab, sendo que o contrato prevê mais dois lançamentos nesse ano.

O lançamento marcou a primeira vez que o Pad B, um segundo bloco da Rocket, foi usado. “Com isso conseguimos dobrar nossa capacidade operacional, tudo em uma área de concreto menor que a média de uma quadra de tênis”, disse Shaun d’Mello, vice-presidente da empresa.

Lucros e aquisições da Rocket Lab

Além do lançamento de sucesso, a empresa divulgou os resultados financeiros de 2021. Só no ano passado, a Rocket Lab gerou US$ 62,2 milhões em receitas — um aumento de 77% em comparação a 2020. No entanto, houve um prejuízo líquido de US$ 117,8 milhões.

Os executivos alegam que o lucro foi gerado não apenas por lançamentos, mas pelos pedidos de satélites e seus componentes. “Estamos muito animados com o crescimento da carteira de pedidos”, acrescentou Adam Spice, diretor financeiro da Rocket Lab.

Com isso, a empresa anunciou a construção de uma fábrica de foguete reutilizável Neutron próximo ao Wallops Flight Facility da NASA, na Virgínia. Os lançamentos serão realizados no Mid-Atlantic Regional Spaceport (MARS). Para isso, a Rocket contratou a Virginia Space.

Com um financiamento estadual de US$ 30 milhões, a Virginia Space desenvolverá a infraestrutura e sistemas operacionais do espaçoporto. Até US$ 15 milhões serão dedicados a construir um prédio que será propriedade do Estado, sob contrato com a Rocket Lab.

A construção da fábrica começará o quanto antes. “Vamos cavar buracos no chão muito, muito em breve”, afirmou Ted Mercer, executivo-chefe e diretor executivo da Virginia Space. O primeiro foguete Neutron está previsto para ser lançado em 2024.

Fonte: Via SpaceNews

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu