Sonda chinesa tira “selfie” na órbita de Marte; veja o vídeo

Um novo vídeo produzido pela sonda da missão chinesa Tianwen-1 mostra que a nave está em ótimo estado, enquanto viaja ao redor de Marte. A sequência foi divulgada agência espacial da China (CNSA) e mostra os motores, painéis solares e outros componentes da sonda, junto de parte da superfície marciana ao fundo.

O vídeo foi registrado por uma câmera instalada no fim de um “braço”, que se estendeu a 1,6 m e fez algumas “selfies” durante a véspera do Ano-Novo Chinês. Além de mostrar os componentes da sonda, que parecem estar em boas condições, o vídeo oferece também algumas visões interessantes: podemos ver o reflexo da luz solar, a bandeira da China na estrutura da nave e até um pouco da calota de gelo presente no polo norte do Planeta Vermelho.

Confira o vídeo abaixo:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Esta não é a primeira vez que a China divulga imagens feitas pela missão Tianwen-1. Por exemplo, em 2021, o orbitador da missão liberou uma pequena nave, que tinha uma câmera a bordo. Assim, ao longo da viagem até seu destino, a nave fez uma “selfie” que mostra a estrutura da sonda, enquanto Marte preenche o fundo da imagem. Já no início de janeiro, a CNSA divulgou uma sequência de quatro imagens coloridas, também feitas pela missão.

Lançado pela China em 2020, o orbitador da Tianwen-1 se inseriu na órbita de Marte em fevereiro de 2021. Esta é a primeira missão do país a alcançar a órbita marciana com sucesso, incluindo a China na breve lista de países que conseguiram explorar nosso vizinho com robôs. Além do orbitador, a missão conta também com um módulo de pouso e com o rover Zhurong, que pousaram na superfície marciana e seguem em operação.

No início desta semana, o orbitador completou mais de 550 dias de operação na órbita do Planeta Vermelho, a uma distância de aproximadamente 325 milhões de quilômetros da Terra. Já o rover Zhurong chegou à marca de 255 dias marcianos de atividade e já se deslocou por uma distância total de 1,5 km no planeta.

Fonte: Xinhua; Via: The Verge, ArsTechnica

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu