The CW | WarnerMedia e ViacomCBS estudam venda da emissora

Conhecido por ser o lar de diversas séries do Arrowverse, o canal The CW parece estar com os dias contados pela WarnerMedia e ViacomCBS. De acordo com o ScreenRant, as empresas estão estudando a possibilidade de colocar a emissora à venda.

A qualidade dos seriados transmitidos pela The CW já era questionada fazia tempo, mas, mesmo assim, os títulos sempre atraíram fãs ao redor do mundo nesses 16 anos de atividade. Séries como The Vampire Diaries, Riverdale e Gossip Girl foram alguns dos principais sucessos da emissora, responsável por conquistar um público mais jovem para suas produções.

Gossip Girl, um dos maiores sucessos da programação original da The CW (Imagem: Divulgação / The CW)

Em 2021, a rede expandiu sua programação na TV estrangeira para sete dias por semana, medida utilizada para alcançar mais público e, de alguma forma, gerar mais audiência. No entanto, o canal parece estar sendo cada vez menos uma prioridade para a WarnerMedia.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Desde a notícia da fusão com a Discovery, o foco das empresas agora parece ser no Paramount+, onde há investimentos para uma programação mais original. Há também uma prioridade da empresa em produzir programas exclusivos para a HBO Max.

Como se não bastasse, as coisas não andam tão bem assim para a The CW: a versão em live-action de As Meninas Superpoderosas, intitulada Powerpuff, teve o piloto recusado pela emissora e não demorou muito para Chloe Bennett, que interpretaria a Florzinha na série, anunciar sua saída do elenco.

Além disso, as polêmicas envolvendo a saída de Ruby Rose de Batwoman em 2020 ganharam um desenrolar em 2021, com a atriz expondo um ambiente instável no set que violou as orientações de distanciamento social durante a pandemia, além de desrespeitar seu período de recuperação após um acidente durante as filmagens.

Batwoman: um título de muitas polêmicas e baixa audiência (Imagem: Divulgação / The CW)

De acordo com a mídia estrangeira, não está claro se a WarnerMedia e a ViacomCBS pensam em vender a The CW na íntegra ou apenas reter uma participação minoritária. Segundo o The Wall Street Journal, o Nexstar Media Group é um possível comprador, dona de 199 emissoras de televisão nos Estados Unidos.

Se a venda fosse concluída, o futuro de diversas séries da emissora ficaria um tanto incerto. A mudança levaria ao cancelamento de programas ainda em desenvolvimento, mas também poderia ser um novo começo para a grade de séries originais do canal.

Superman & Lois, um dos shows atuais da The CW (Imagem: Divulgação / The CW)

No Brasil, é possível acompanhar aos programas da The CW pela HBO Max, alguns na Netflix e outros pela TV fechada, no canal Warner.

Fonte: ScreenRant

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu