10 filmes sobre catástrofe para assistir online

A sanha por filmes cada vez mais grandiosos e repletos de efeitos especiais deu a Hollywood um novo gênero: o cinema de catástrofe. São produções dedicadas exclusivamente a explodir e destruir coisas, em que a história gira em torno de alguma desgraça de níveis apocalípticos em que os personagens precisam fugir desesperadamente enquanto o mundo é destruído de formas colossais.

E, quando falamos em mundo, não é exagero. Os filmes de catástrofe têm um interesse um tanto tenebroso com o fim do mundo e já imaginaram isso de diferentes formas, seja a partir de profecias maia sobre a morte do planeta ou mesmo grandes meteoros caindo na Terra e dando início a um novo processo de extinção — desta vez da raça humana.

Se esse é o seu tipo de diversão, listamos alguns dos melhores filmes catástrofes para você assistir. Só que não fizemos um ranking com base na qualidade da história ou coisa assim, mas indo de produções com acidentes mais localizados e pontuais até a hecatombe generalizada.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Além disso, deixamos de fora as catástrofes causadas por alienígenas. Embora Independence Day seja um expoente do gênero, por exemplo, nos limitamos a tragédias naturais ou com um grau mínimo de interferência humana — tudo para lembrá-lo de que a mãe natureza também pode ser uma megera pronta a querer nos matar a qualquer momento.

10. Horizonte Profundo: Desastre no Golfo

Trabalhar em uma plataforma de petróleo não é nada fácil. Trata-se de uma ilha de aço cravada no meio do mar e sem nada à sua volta. E o que acontece quando um terrível acidente acaba com a rotina desses profissionais, que precisam encontrar uma forma de escapar de um inferno de fogo em meio a um deserto de água?

Horizonte Profundo: Desastre no Golfo retrata justamente essa situação com um agravante: é baseado em uma história real de um acidente em uma plataforma no Golfo do México. E mais do que ser um dos piores vazamentos de petróleo dos Estados Unidos, é aquele tipo de desastre que deixa o público sem fôlego tentando imaginar como aquelas pessoas vão sobreviver às desgraças sem fim que sucedem o acidente.

Por ser tudo focado em uma única plataforma, o nível de destruição e caos é bem mais contido, se concentrando apenas no incêndio dentro da estrutura. Só que estamos falando de um barril de petróleo gigante no meio do oceano, o que faz do local uma bomba colossal prestes a explodir com todo mundo lá dentro. Agoniante.

Horizonte Profundo: Desastre no Golfo está disponível na Netflix, Star+, Paramount+ e Globoplay.

9. Twister

Um dos filmes clássicos de desastre e o responsável por colocar no imaginário popular que sempre teremos uma vaca voando em meio a um furacão, Twister foi um dos primeiros grandes filmes de catástrofe a estourar nas bilheterias ao mostrar o quanto os tornados podem ser destrutivos.

A história é centrada em um grupo de caçadores de tornados — algo que realmente existe nos EUA —, mas todo o drama pessoal dos protagonistas envolvendo um divórcio ou coisa que o valha é rapidamente esquecido pelas ótimas cenas de destruição.

E é aí que as vacas se tornaram tão icônicas. Afinal, como a trama se passa no interior dos Estados Unidos, onde não há muita coisa para se destruir, os efeitos especiais tiveram que trabalhar para dar às tempestades dimensões muito maiores e fazer com que os ventos fossem brutais a ponto de levar o gado para os ares. Pontual, mas lembrado até hoje.

Twister está disponível na Netflix.

8 . O Impossível

Outra história inspirada em acontecimentos reais e, neste caso, muito recente. O Impossível reconta o tsunami que atingiu o sudeste asiático em dezembro de 2004, destruindo muitas das ilhas da região e matando centenas de pessoas que passavam férias no local. E o filme mostra bem a fúria das águas que levaram tudo em seu caminho.

Ao contrário dos demais filmes catástrofe, O Impossível realmente chama a atenção pelo lado dramático. E não apenas por trazer um Tom Holland ainda criancinha vivendo um filho que se separa dos pais em meio às ondas gigantes, mas porque todo o perrengue da família é desesperador. Tudo graças ao belo trabalho de Naomi Watts e Ewan McGregor, que conseguem dar um peso à história do tamanho que a tragédia merece.

O Impossível está disponível na Netflix, Prime Video, Star+, HBO Max, Telecine e Globoplay.

7. O Inferno de Dante

Por alguma razão, 1997 foi o ano do vulcão no cinema e O Inferno de Dante foi um dos que pegou carona nessa moda. Protagonizado por um Pierce Brosnan recém-transformado em 007, o longa conta a história de um vulcanólogo que vai a uma pequena cidade no meio dos Estados Unidos por acreditar que uma erupção é iminente. E é óbvio que a desgraça logo acontece e o filme se torna em um verdadeiro salve-se-quem-puder.

A ideia de um vulcão dormente que entra em atividade e destrói tudo em seu seu caminho não é lá a coisa mais original do mundo, mas o longa se torna muito mais interessante quando a gente vê os esforços dos protagonistas para salvar as pessoas de uma cidade muito pequena a sobreviver a um inferno literalmente escaldante.

O Inferno de Dante está disponível no Prime Vídeo.

6. Volcano: A Fúria

Como dito, em 1997 Hollywood achou que os vulcões poderiam ser realmente uma ameaça à humanidade e lançou dois filmes na sequência com a mesma temática. E Volcano: A Fúria parte da mesma premissa de O Inferno de Dante, mas com a diferença de colocar a desgraça no meio de Los Angeles, elevando a destruição a um novo patamar.

A história é basicamente a mesma: um terremoto atinge a costa oeste dos EUA e faz com que um vulcão dormente entre em atividade embaixo de uma das maiores e mais populosas cidades do país, cuspindo lava para todos os lados. E aí a trama mostra Tommy Lee Jones, o diretor da Defesa Civil, correndo contra o tempo para tentar encontrar uma forma de impedir o rastro de destruição.

Volcano: A Fúria está disponível no Star+ e Telecine.

5. Terremoto: A Falha de San Andreas

Provando ser o brucutu máximo do cinema atual, Dwayne Johnson já enfrentou de tudo. De macacos gigantes ao Vin Diesel, passando por monstros espaciais e prédios em queda, não houve uma ameaça que o ator não tenha encarado. E, em Terremoto: A Falha de San Andreas, ele peitou até mesmo a Mãe Natureza.

O longa explora uma falha geológica real que existe na costa oeste dos Estados Unidos e que, volta e meia, é responsável por alguns tremores de terra na região. No entanto, o que aconteceria caso a região fosse afetada por um abalo sísmico de proporções apocalípticas a ponto de fazer toda a região de Los Angeles e São Francisco ser destruída?

Infelizmente, The Rock não sai no soco contra o terremoto, mas embarca em uma corrida contra o tempo para salvar sua filha. O ator vive um piloto de helicóptero de resgate que, ao lado da ex-mulher, ignora outras milhares de pessoas que também estão morrendo debaixo dos escombros e precisando de ajuda para salvar a jovem.

Terremoto: A Falha de San Andreas está disponível na Netflix e na HBO Max.

4. Tempestade: Planeta em Fúria

Diante das mudanças climáticas, o mundo sofre cada vez mais com tempestades mais fortes. Para contornar esse problema, as maiores economias globais lançam diversos satélites que ajudam a manter o planeta sob controle. O problema acontece quando esse sistema começa a apresentar falhas e a Terra mais uma vez se volta contra a humanidade.

A história de Tempestade: Planeta em Fúria gira em torno justamente da corrida de especialistas para resolver o problema e evitar que o mundo seja destruído por essas tempestades sem fim. Só que, como o próprio nome deixa claro, o grande atrativo aqui está justamente na destruição promovida por esse novo dilúvio — e sem nenhuma arca para salvar o pessoal.

Tempestade: Planeta em Fúria está disponível na Netflix e HBO Max.

3. Impacto Profundo

Um dos clássicos de filmes catástrofe, Impacto Profundo é um dos vários filmes de “meteoro vai atingir a Terra e todos vamos morrer” que chegou aos cinemas no final dos anos 1990 e traduz bem esse medo do fim do mundo que permeava a chegada do ano 2000.

E, nesse sentido, Impacto Profundo é um filme muito agoniante. Além de trazer uma das imagens de tsunami mais aterrorizantes do cinema e que assombrou muita gente por alguns anos, todo o drama das pessoas que sabem que não vão sobreviver ao impacto do meteoro na Terra e que querem apenas estar próximo de quem amam. É um filme muito bonito — e a onda gigante ainda causa pesadelos.

Impacto Profundo está disponível no Telecine.

2. O Dia Depois de Amanhã

Se tem alguém que realmente odeia o nosso planeta e gosta de imaginá-lo sendo destruído de diferentes formas é o diretor Roland Emmerich. Responsável pelo clássico Independence Day, ele se especializou em filmes catástrofe e volta e meia retorna aos cinemas com uma forma diferente de condenar a Terra.

E em O Dia Depois de Amanhã ele decide que o fim não será causado por alienígenas e nem por nada externo. Na verdade, o fim virá com a chegada de uma nova Era Glacial. E o mais divertido disso tudo é que esse não é um processo que leva milhares de anos, mas algo que acontece de repente — e é aí que as catástrofes de Emmerich ganham forma.

Assim, o longa mostra essas mudanças climáticas bruscas, com fortes tempestades assolando diversos países, tsunamis varrendo cidades litorâneas e uma queda abissal de temperatura que faz tudo ficar rapidamente coberto de gelo e os poucos sobreviventes precisando lutar para sobreviver contra lobos e outras feras que agora vivem nesse mundo congelado.

O Dia Depois de Amanhã está disponível no Star+.

1. 2012

Se Roland Emmerich realmente detesta o nosso planeta, o ano de 2012 foi realmente de muita alegria para o diretor. Afinal, era o ano em que as pessoas realmente acreditavam que o mundo ia acabar e não há nada mais inspirador para o cinema catástrofe do que uma profecia de milhares de anos falando sobre o fim iminente.

Assim, em 2012 o cineasta se livra de todos os freios e coloca todas as hecatombes possíveis acontecendo ao mesmo tempo. São terremotos, vulcões, tsunamis e tempestades acontecendo em todos os cantos do planeta, enchendo a tela com a destruição não só das cidades em si, mas a explosão de todos os monumentos que você possa imaginar, do Cristo Redentor à Capela Sistina.

E, como não poderia deixar de ser, todo esse apocalipse é mostrado sob os olhos de um pai que precisa correr para proteger a vida de sua família. Um clássico do gênero.

2012 está disponível no Star+, Paramount+ e Globoplay.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu