All of Us Are Dead | Série sul-coreana da Netflix segue os passos de Round 6

Mostrando que a temática de zumbis pode ser reaproveitada com o passar dos anos, All Of Us Are Dead vem colhendo bons frutos. A trama vem seguindo o mesmo caminho de Round 6, que se tornou a produção original da Netflix mais assistida em todo o mundo.

Ao longo dos primeiros sete dias de lançamento, All of Us Are Dead foi assistida por 124,79 milhões de horas em todo o mundo, sendo a série de idioma não-inglês mais popular do momento. A produção também se mantém na lista de mais assistidos em diversos países da Europa, América, África, Ásia e Oceania, ficando na primeira colocação em muitos deles.

A série vem conquistando bons números desde a estreia (Imagem: Divulgação/Netflix)

Zumbis sul-coreanos

All of Us Are Dead se passa em uma escola e tudo começa quando um experimento científico dá errado e o local fica repleto de zumbis. Aqueles que (ainda) não se infectaram precisam lutar para sobreviver sem comida, sem água e sem comunicação, que foi cortada pelo governo. Por isso, os jovens precisam abusar dos recursos que têm disponíveis na escola para se protegerem.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A série tem potencial de ultrapassar os números de Round 6 (Imagem: Divulgação/Netflix)

As expectativas para que a série continue fazendo sucesso são grandes, o que pode ser impulsionado não só por ela ser do país de origem de Round 6, como também por lembrar de outra referência do gênero: Invasão Zumbi.

O longa, dirigido por Yeon Sang-ho, foi lançado em 2016 contando a história de um apocalipse zumbi ambientado dentro de um trem com destino a Busan, cidade que aparentemente não conta com infecções. O filme chegou a receber uma sequência, mas esta não foi bem-recebida.

A primeira temporada de All of Us Are Dead está disponível completa na Netflix.

Fonte: Collider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu