Comparativo Poco M4 Pro x Poco X3 Pro: 5G ou mais desempenho?

De um lado, o intermediário com 5G Poco M4 Pro; do outro, o topo de linha básico Poco X3 Pro, compatível apenas com 4G. Vale a pena trocar um melhor desempenho pela nova tecnologia de rede móvel? Confira neste comparativo!

Ambos os modelos podem ser encontrados no Brasil por menos de R$ 2.000, o que levanta dúvidas sobre qual dos dois é a melhor escolha atualmente. Ainda mais com o 5G aparecendo com mais frequência nos aparelhos.

Pensando nisso, decidi colocar o Poco M4 Pro e o Poco X3 Pro lado a lado para comentar suas principais semelhanças e diferenças.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Antes de começarmos, lembro sempre que, caso você se interesse por algum dos modelos citados neste artigo, deixarei links de compra confiáveis para você aproveitar.

Qual o melhor celular Xiaomi para comprar agora? Poco ou Mi?

Construção e design

Comecemos pelo design. Nenhum dos dois aparelhos se destaca pelo visual — na minha opinião, ambos são bem feios. Ainda assim, devo dizer que eles ganham pontos pela excentricidade.

O Poco M4 Pro, por exemplo, tem um módulo de câmeras gigante, que cobre cerca de um terço da tampa traseira. Apesar do tamanho, não se engane: o aparelho é equipado com apenas duas câmeras, embora tenha seis furinhos que parecem outros componentes.

Módulo de câmeras do Poco M4 Pro é gigante, mas ele é equipado só com 2 câmeras (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

O Poco X3 Pro, por outro lado, reaproveita a carcaça do seu irmão X3 NFC para cortar custos. A peça que arranja as câmeras é circular, um formato que foge dos tradicionais “cooktops” e “peças de dominó” que vemos em muitos smartphones até hoje.

Uma semelhança entre os dois é o nome da Poco gravado na parte traseira de forma nada discreta, o que pode causar estranheza aos usuários brasileiros num primeiro momento.

A escolha entre as duas aparências é gosto. Para mim, o Poco X3 Pro leva vantagem no quesito originalidade, mesmo se tratando de um aparelho lançado no começo de 2021.

O Poco X3 Pro tem um visual mais interessante (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Com relação à construção, ambos trazem plástico como material predominante, além de vidro na tela. No topo de linha básico, há o vidro Gorilla Glass 6; já no intermediário, temos a proteção Gorilla Glass 3, teoricamente menos resistente que a do irmão.

Apesar do acabamento plástico nos dois aparelhos, o Poco X3 Pro aparenta ser bem mais premium nas mãos graças ao material de maior qualidade. No entanto, isso acabou deixando-o mais pesado, com 215 gramas, contra 195 do M4 Pro.

  • Poco M4 Pro: 163,6 x 75,8 x 8,8 mm, 195 gramas;
  • Poco X3 Pro: 165,3 x 76,8 x 9,4 mm, 215 gramas.

Tela

Tanto o Poco M4 Pro quanto o X3 Pro possuem telas com tecnologia IPS LCD, então pode esperar boa fidelidade de cores. No entanto, a solução peca no contraste, na apresentação de tons escuros e na visualização em ambientes com muita luz.

  • Poco M4 Pro: 6,6 polegadas, Full HD+, IPS LCD, 90 Hz;
  • Poco X3 Pro: 6,67 polegadas, Full HD+, IPS LCD, 120 Hz, HDR10.

Embora os dois deixem a desejar na escolha do painel, o topo de linha básico se destaca por oferecer recursos que melhoram a experiência multimídia, como o suporte ao HDR10, que deixa filmes e séries mais bonitos, além de taxa de 120 Hz, dando mais fluidez em animações do sistema e jogos.

Tela IPS LCD do Poco X3 Pro tem maior qualidade, mesmo com as limitações da tecnologia (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Além disso, o brilho máximo do Poco X3 Pro é bem mais satisfatório que o do irmão, sendo um pouco mais agradável para mexer em dias ensolarados, por exemplo.

Com relação às semelhanças, ambos trazem um display com resolução Full HD+, 2.400 por 1.080 pixels, e um furinho para a câmera frontal. Outra similaridade está no tamanho, com ambos passando de 6,6 polegadas — o Poco X3 Pro é ligeiramente maior, com 6,67”, contra 6,6” do irmão.

Configurações e desempenho

Se olharmos apenas os números, não há muito o que discutir: o chipset Snapdragon 860 que equipa o Poco X3 Pro é muito mais poderoso que o Dimensity 810 5G do M4 Pro.

  • Poco M4 Pro: MediaTek Dimensity 810 5G, até 6 GB de RAM e 128 GB de memória;
  • Poco X3 Pro: Qualcomm Snapdragon 860, até 8 GB de RAM e 256 GB de memória.

Ou seja, na prática, o smartphone mais premium rodará jogos pesados com mais fluidez, além de suportar mais aplicativos abertos simultaneamente — nada que já não sabíamos.

Entretanto, o smartphone mais básico tem uma coisa que o mais potente não tem: 5G. A tecnologia ainda não chegou oficialmente ao Brasil, porém já foi leiloada e deve começar a aparecer com mais frequência por aqui a partir do segundo semestre de 2022.

Poco M4 Pro tem 5G, enquanto o X3 Pro é apenas 4G (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Isso significa que, se você já quiser estar pronto para quando o 5G for estabelecido em nosso território, a opção é abdicar do desempenho e pegar o Poco M4 Pro. Não que o intermediário não rode nada — pelo contrário.

Nos testes do Canaltech, o aparelho até que mandou bem em jogos como Free Fire e Asphalt 9 com gráficos medianos. Aplicativos de mensagens e redes sociais também rodaram bem no intermediário.

Em software, felizmente ambos já possuem a personalização MIUI 12.5 sob o sistema Android 11. Além disso, vale destacar que os dois também serão atualizados para o Android 12 e a nova MIUI 13, o que é ótimo.

Bateria

  • Poco M4 Pro: 5.000 mAh, carregamento rápido de até 33 W;
  • Poco X3 Pro: 5.160 mAh, carregamento rápido de até 33 W.

Ter 5.000 mAh de bateria hoje em dia não é mais tão impressionante considerando os aparelhos com 6.000 mAh e, até mesmo, 7.000 mAh. Ainda assim, os dois modelos da Poco devem garantir muitas horas de utilização mesmo se você for um usuário mais exigente.

Nos testes do Canaltech, o Poco M4 Pro gastou 24% com oito horas de uso médio a intenso, com muito YouTube, redes sociais e alguns jogos. Já o Poco X3 Pro conseguiu uma autonomia maior que a do premium Mi 11, chegando até ao segundo dia de uso.

No carregamento, os dois oferecem até 33 W de potência, que deve recarregá-los completamente em cerca de uma hora. Uma ótima notícia é que a Poco (Xiaomi) envia os acessórios na caixa.

Câmera

O Poco M4 Pro tem um módulo de câmeras bem robusto para a categoria, porém não se engane: ele tem apenas dois sensores traseiros e um frontal. A principal tem 50 MP (f/1.8), enquanto a ultra-wide traz 8 MP (f/2.2), e a de selfies fica com16 MP (f/2.5).

Apesar dos furos, o M4 Pro tem apenas 2 câmeras (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Apesar do número de lentes inferior a quase todos os aparelhos atuais, o desempenho do Poco M4 Pro agradou meu colega Felipe Junqueira, responsável pela sua análise completa.

O conjunto é bem decente e tira fotos bacanas, com destaque para o modo retrato, que faz um recorte do fundo preciso e mantém a qualidade da imagem. Nas selfies, a qualidade também não é de todo ruim, mas a lente com abertura limitada atrapalha bastante em ambientes escuros.

O Poco X3 Pro, por sua vez, tem quatro câmeras traseiras, sendo uma principal de 64 MP (f/1.8), uma ultra-wide de 8 MP (f/2.2), uma macro de 2 MP (2.4) e uma focada em profundidade de campo, também de 2 MP (f/2.4). As selfies ficam por conta de um sensor de 20 MP (f/2.2).

Nos meus testes, gostei bastante das imagens no geral: há ótimos níveis de detalhes, balanço de branco equilibrado e cores mais vivas. O pós-processamento do celular geralmente adiciona mais contraste e nitidez para dar mais brilho às imagens, embora possa exagerar em alguns cenários.

Assim como o M4 Pro, o X3 Pro tem um modo retrato praticamente perfeito, mantendo as cores vivas e um desfoque de fundo natural — só quem for bastante minucioso conseguirá perceber algumas falhas na região do cabelo.

Confira abaixo algumas fotos tiradas com os aparelhos:

Foto tirada com o Poco M4 Pro

Modo retrato do Poco M4 Pro (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Foto tirada com o Poco X3 Pro

Modo retrato do Poco X3 Pro (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Comparativo de ficha técnica

Poco M4 ProPoco X3 Pro
Dimensões e peso163,6 x 75,8 x 8,8 mm, 195 gramas165,3 x 76,8 x 9,4 mm, 215 gramas
ConstruçãoPlásticoPlástico
Tela6,6″, Full HD+, IPS LCD, 90 Hz6,67″, Full HD+, IPS LCD, 120 Hz, HDR10
ChipsetMediatek Dimensity 810 5GQualcomm Snapdragon 860
Memória RAMAté 6 GBAté 128 GB (expansíveis via microSD)
ArmazenamentoAté 8 GBAté 256 GB (expansíveis via microSD)
Câmeras50 MP + 8 MP + 16 MP64 MP + 8 MP + 2 MP + 2 MP
Bateria5.000 mAh + recarga 33 W5.160 mAh + recarga 33 W
PreçoR$ 1,7 milR$ 1,7 mil

Poco M4 Pro x Poco X3 Pro: qual é o melhor?

Bom, como você já deve ter percebido, o melhor celular é o Poco X3 Pro. Ele tem uma construção melhor, tela de maior qualidade, chipset mais poderoso, câmeras mais competentes e uma bateria ligeiramente mais duradoura. Só não tem 5G.

Portanto, a escolha entre os dois depende do que você procura num smartphone atualmente. Já quer estar preparado para o 5G quando ele estiver disponível? Então o Poco M4 Pro é a melhor opção para você.

Vale lembrar que você não vai levar um smartphone ruim para casa, afinal, ele traz bom desempenho, câmeras decentes e bateria agradável. Só deixa a desejar na qualidade da tela.

Por outro lado, caso você queira um ótimo desempenho pagando menos, e não se importe com 5G no momento, vale olhar o Poco X3 Pro com muito carinho, pois ele ainda é um dos melhores custo-benefício do momento.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também