Demolidor e outras séries da Marvel vão sair da Netflix em março

Prepare-se para dar adeus ao Demolidor, Justiceiro e demais heróis da Marvel na Netflix. O streaming vai retirar todas essas séries de seu catálogo a partir de março, como um aviso dentro da própria plataforma deixa bem claro.

Ao acessar algum desses seriados, um breve aviso é exibido no canto da tela informando que o conteúdo ficará disponível somente até o dia 1º de março, indicando a retirada iminente do material. Isso inclui todas as temporadas de Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Justiceiro, Punho de Ferro e Os Defensores.

O Homem Sem Medo vai voltar a ser homem sem série a partir de março (Imagem: Divulgação/Netflix)

Muito provavelmente, a razão para essa retirada de catálogo é que os direitos desses personagens voltaram para a Marvel, o que força a Netflix a retirar as séries de seu acervo, ainda que tenha produzido cada uma delas. No entanto, ainda falta uma explicação oficial para entender todo o trâmite envolvendo as remoções.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Além disso, não há qualquer informação sobre o destino desses seriados. A aposta lógica é que eles sejam adicionados ao Disney+, que é proprietária da Marvel, mas não há nenhuma confirmação oficial sobre isso. A grande dúvida é que, como foi a Netflix quem produziu cada uma das adaptações, como isso vai impactar a distribuição em outro serviço de streaming. Assim, não seria estranho imaginar que todos esses personagens caindo em um limbo jurídico e desaparecendo de qualquer plataforma.

E o mais intrigante dessa situação toda é que a remoção chega em um momento em que esse universo de heróis urbanos está em alta. A aparição de Matt Murdock (Charlie Cox) em Homem-Aranha: Sem Volta para Casa e de Wilson Fisk (Vincent D’Onofrio) em Gavião Arqueiro reacendeu o interesse do público por essas séries a ponto de Demolidor voltar a figurar entre os 10 conteúdos mais assistidos da Netflix em dezembro.

Ainda não se sabe o destino dessas séries: Disney+ ou limbo? (Imagem: Divulgação/Netflix)

Ao mesmo tempo, a remoção do material pode ser um indicativo do que a Marvel pretende fazer com esses personagens.

Desde as citadas participações especiais, os fãs se perguntam se o estúdio vai integrar as séries da Netflix em seu cânone ou se vai ignorá-las e apenas reaproveitar os atores. Com a remoção, parece que a ideia é mesmo desconsiderar os acontecimentos apresentados e partir com os mesmos atores do zero.

De qualquer forma, a saída de Demolidor, Justiceiro e demais séries da Marvel da Netflix apenas confirma a relação conturbada das duas empresas dentro dessa tentativa de ampliar esse universo compartilhado. Isso porque, quando Demolidor chegou ao streaming, em 2015, a promessa era de fazer com que essas histórias estivessem conectadas ao universo do cinema — tanto que há várias referências aos filmes nas séries.

Contudo, vários empecilhos contratuais, incluindo uma disputa interna dentro da própria Marvel, impediu que isso acontecesse de forma plena. Assim, o Netflixverso passou a se distanciar mais e mais até que se tornasse independente do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês) que a gente conhece. E, agora, elas não vão fazer parte nem do nosso.

Fonte: CBR

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu