Google aposenta FloC e anuncia API Topics, a nova alternativa aos cookies

Nesta terça-feira (25), o Google anunciou a API Topics, uma ferramenta que permitirá identificar o perfil de consumo do usuário sem precisar de processamento na nuvem. Pensada para substituir os cookies, a novidade tem como finalidade o direcionamento de publicidade online, sem violar a privacidade do público.

A API Topics faz parte da iniciativa Privacy Sandbox, cujo objetivo é assegurar discrição aos dados de usuários na web, sem que isso interfira significativamente na receita de editores, criadores, desenvolvedores e anunciantes. Para o Google, é importante garantir que o usuário tenha amplo controle sobre os próprios dados, inclusive de decidir com quem eles devem ser compartilhados.

A API Topics permitirá que o usuário controle quais temas tem interesse ou não em receber publicidade (Imagem: Reprodução/Google)

Em vez de usar o poder da nuvem para definir os padrões de consumo dos usuários, a API Topics reduz o escopo desse processo para caber no próprio computador — é tudo feito pelo navegador, na verdade. A ferramenta servirá para definir quais temas são do interesse do usuário com base no histórico de navegação, sem precisar mandar dados para o Google.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Com o Topics, o Google consegue identificar temas como “Fitness”, “Viagem”, “Quadrinhos e animação” e “Esportes” a partir dos hábitos do usuário e, com eles, puxar da internet anúncios e conteúdos mais interessantes. Futuramente, o usuário poderá até ter controle sobre quais temas são interessantes ou não nas configurações do navegador.

A API Topics substitui o FLoC

No anúncio, o Google esclarece que a API Topics surge dos comentários e discussões acerca do FLoC (Federated Learning of Cohorts). A alternativa aos cookies foi amplamente criticada por autoridades de proteção de dados e navegadores concorrentes, tanto por não proporcionar privacidade verdadeira aos usuários quanto por concentrar o poder de decisão nas mãos da Gigante das Pesquisas.

Com a API Topics, os dados de usuários não são processados em servidores do Google, mas sim no próprio navegador (Imagem: Reprodução/Firmbee.com/Unsplash)

Diferente da API Topics, o FLoC se baseava em coortes para traçar perfis de consumo, isto é, aglomerados enormes de dados de usuários segmentados por interesses. A partir dele, seria possível traçar idade, sexo, classe social, formação acadêmica e hobbies para otimizar o direcionamento de publicidade, algo que, na prática, não seria tão distante dos tradicionais cookies.

Além disso, a nova iniciativa não tratará temas delicados, como gênero, raça ou orientação sexual, para direcionar publicidade. A medida serve para não gerar discriminação por parte dos anunciantes, bem como minimizar a chance de assédio online por meio de propaganda.

Quando a API Topics será lançada?

Os testes com a API Topics serão iniciados em breve — inicialmente no Chrome. Nesta primeira fase, serão disponibilizados os controles de interesses de usuários e as ferramentas para a implementação da novidade em sites, coisa que servirá também para observar a flutuação de receita e a reação de anunciantes.

Este período será importante para aprimorar a API a partir de comentários de desenvolvedores e marcas, portanto, algumas coisas ainda podem mudar. Futuramente, segundo o Google, a API será disponibilizada no Chromium (motor que alimenta rivais como o Microsoft Edge) e para navegadores concorrentes, que serão livres para implementar a ferramenta como quiserem.

Por enquanto, não existe previsão para a implementação da API Topics, mas as mudanças serão evidentes nos navegadores envolvidos. Mais informações sobre a novidade podem ser conferidas no repositório oficial do Topics no GitHub.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu