Por que nosso corpo fica quente quando estamos com febre?

A febre é bastante associada com a elevação da temperatura corporal — tanto é que, antes mesmo de aferir a temperatura com um termômetro, é costume verificar se a testa de uma pessoa está “pegando fogo” — algo que pode ser sentido também pelo suor. Afinal, dormir com febre é quase sinônimo de que a cama e o pijama estarão molhados no dia seguinte. Mas qual é a causa disso?

Antes de seguirmos, vale compartilhar uma dica bastante importante para quem está com febre: beber água, bastante água. Isso porque a elevação da temperatura corporal e a transpiração levam à desidratação. Em outras palavras, a água do seu corpo está indo embora e precisa ser reposta para que o organismo consiga funcionar normalmente.

Febre é uma defesa no organismo e busca deixar o ambiente “insuportável” para os agentes infecciosos (Imagem: Reprodução/LightFieldStudios/Envato Elements)

O que é febre?

Nem toda elevação da temperatura corporal é considerada como febre. Por exemplo, especialistas consideram uma febrícula estar com uma temperatura corporal entre 37,3 °C a 37,8 °C. Acima de 37,8 °C, já é considerado febre. Agora, qualquer valor que ultrapasse os 39 °C é chamado de febre alta.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Essa diferença de classificação entre as temperaturas corporais funciona como um parâmetro para os médicos e os ajudam a entender o que está acontecendo dentro do organismo da pessoa. Por exemplo, “a febre alta é parte da resposta imunológica do corpo”, explica Donald Ford, médico da família no centro médico norte-americano Cleveland Clinic.

“Temos a tendência de pensar na febre como algo ruim que queremos reduzir — é muito desconfortável. O engraçado é que é o nosso próprio corpo, lutando contra o que está nos ‘invadindo'”, completa Ford sobre a importância da febre na defesa do organismo.

Por que a temperatura sobe com a febre?

Quando um vírus invade o organismo, através das mucosas — como bocas e olhos —, e começa a aparecer na corrente sanguínea, “o nosso sistema imunológico libera substâncias químicas inflamatórias que aumentam o calor no corpo e aumentam nossa temperatura central”, detalha o médico da família.

Essa elevação da temperatura busca criar uma ambiente que “é muito desconfortável para o vírus viver”. Nesse sentido, é possível entender o calor da febre como uma tentativa do organismo em eliminar um agente infeccioso.

Por causa disso, o médico explica que, normalmente, os remédios receitados não buscam eliminar, por completo, a febre. “Na maioria das vezes, não estamos tentando erradicar a febre, porque ela faz parte de nossa resposta imunológica. Em vez disso, estamos tentando deixá-la mais confortável para que não perca tanto líquido e possa dormir e descansar e, portanto, melhorar mais rápido”, conta o médico Ford.

Lógico, tudo depende do contexto e da orientação do profissional que está acompanhando o caso, mas esta costuma ser a regra geral. Além disso, é importante lembrar que a febre é um indicativo e o motivo deve ser investigado, já que pode esconder algo mais grave.

Fonte: Cleveland Clinic  

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu