Signal lança sistema de assinaturas e pede doações dos usuários

O Signal lançou um programa de monetização via assinaturas para incentivar os usuários a fazer doações para apoiar o projeto. O Signal Sustainer deve facilitar o recebimento de recursos para que os desenvolvedores possam se manter, afinal o app de bate-papo não ganha dinheiro com publicidade nem venda de dados.

Essa ideia é inspirada em serviços de streaming e redes sociais, que possuem serviços de assinatura para ajudar os produtores de conteúdo a lucrar. Os planos do Signal terão valores entre US$ 5, US$ 10 e US$20 e serão renovados automaticamente ao final do mês. Quem não quiser se comprometer também poderá fazer contribuições espontâneas nas quantias desejadas.

O programa possibilitará o envio de quantias diferentes (Imagem: Reprodução/Signal)

Os doadores receberão uma insígnia para usar no perfil, se o usuário quiser mostrar para todos ser doador. Além disso, segundo a companhia, todo processo foi pensado para preservar a identidade dos doares, portanto a promessa é não haver associação das informações de pagamento à conta no serviço. Para isso, o sistema faz uso de um esquema de credencial anônima, no qual os pagamentos processados são colocados em grupos, sem especificação de quem fez o repasse do dinheiro.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Ao desinstalar ou parar de usar o Signal, a assinatura será automaticamente desfeita e qualquer cobrança suspensa após o próximo ciclo. Segundo a equipe do programa, isso foi feito de forma proposital para eliminar a prática de cobrar por algo que não está em uso. Muita gente faz assinaturas de apps e esquece, o que provoca cobranças incômodas, e é isso a iniciativa pretende evitar.

Pagamentos anônimos no Signal

Por enquanto, as doações do Sustainer devem ser feitas pelo Apple Pay e Google Pay, serviços de pagamentos das duas companhias que descontam valores do montante final. O Signal diz estar nos planos oferecer formas de pagamento adicionais no futuro, mas ainda não há previsão. O recurso chegou na atualização mais recente do Signal tanto para Android quanto para iOS.

A popularidade do Signal cresceu absurdamente desde o início do ano após a polêmica envolvendo o WhatsApp e a política de privacidade que desagradou muitos usuários. O app, focado em segurança e privacidade online, valeu-se deste fato para angariar novos fãs, mas depende do apoio financeiro destas pessoas para se manter vivo.

Fonte: Signal  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu