Startup alt.bank lança cartão focado em quem sofre para obter crédito

A startup alt.bank lançou na segunda-feira (17) a lista de espera para seu novo cartão sem restrições de crédito. Para isso, o limite do usuário existe em função do valor em dinheiro depositado na conta do cliente, quase como um cartão pré-pago. Mas com o tempo a operadora pode deixar de exigir essa garantia.

A novidade é focada em pessoas físicas com pouco ou nenhum histórico de crédito, principalmente os de baixa renda com perfil poupador. O novo cartão permite seu uso de forma quase imediata e faz com que a fintech não tenha um grande lastro financeiro para manter a concessão de crédito.

E como a empresa conseguiu esse cenário bom para todos? Ela desenvolveu o “construtor de crédito”, sua própria ferramenta de análise para conseguir beneficiar até o consumidor que está com o “nome sujo na praça”. Outra coisa é seu limite dinâmico, com oscilação diária, de acordo com o comportamento do cliente, via tecnologia de inteligência artificial.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Startup alt.bank espera atingir com cartão de crédito clientes de baixa renda (Imagem: Reprodução/alt.bank)

A expectativa do alt.bank é que os clientes da função “construtor de crédito” consigam gradativamente migrar para a função “limite dinâmico de crédito” à medida que demonstrem pagar suas contas em dia. Por isso o cartão é considerado pela empresa um meio de economia para quem ganha pouco. “Ao pagar o cartão integralmente todos os meses e acumular rendimentos — em vez de pagar taxas predatórias — ajudamos na saúde financeira de nossos clientes e de suas famílias”, disse ao Valor Investe Brad Liebmann, fundador da startup.

O cartão deve estar disponível para uso no início do segundo trimestre deste ano. “Foram anos de aprendizado para entender como coletar e organizar dados para construir nosso próprio mecanismo de análise de crédito. Se fossemos fazer o que os outros fazem, não íamos atender à necessidade dos nossos clientes”, disse ao Startups Fabio Silva, gerente regional do alt.bank no Brasil.

Fonte: Valor Investe, Estadão E-Investidor, Startups

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Fonte feed: canaltech.com.br

Veja também

Menu